Futebol

António Laranjo coordena candidatura ibérica ao Mundial 2030

António Laranjo coordena candidatura ibérica ao Mundial 2030

O antigo diretor do Euro2004 vai ser o coordenador do projeto técnico da candidatura de Portugal e Espanha à organização do campeonato do mundo de futebol de 2030, anunciou esta sexta-feira a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O atual presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), depois de ter liderado a Estradas de Portugal, foi administrador das entidades organizadoras do Euro2004 e coordenou o projeto da Cidade do Futebol, em Oeiras.

Licenciado em Engenharia Industrial e mestre em Gestão de Projetos, António Laranjo vai iniciar funções na candidatura ibérica em janeiro de 2022, ficando também responsável pela construção da Fase 3 da Cidade do Futebol.

Além de ter estado na candidatura e na organização do Euro2004, Laranjo foi candidato à presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), em 2012, quando foi derrotado por Mário Figueiredo.

"A FPF é uma instituição de referência. Na última década habituou os portugueses a um desempenho de excelência em todas as suas dimensões - desportiva, técnica, social. Será para mim um enorme orgulho assumir estas funções e poder, assim, dar o meu contributo para o projeto em comum com Espanha, de candidatura ao Mundial2030, e para que a Cidade do Futebol seja um espaço ainda mais completo e funcional, valorizando a FPF e o desporto em geral", afirmou Laranjo.

Citado pela FPF, Laranjo assumiu a saída da IP, cargo no qual foi reconduzido em 2018, depois de substituir António Ramalho em 2016.

"Não posso, nesta altura, deixar de expressar o enorme privilégio que tem sido liderar a equipa de excelentes profissionais do Grupo Infraestruturas de Portugal, na certeza de que continuarão a enorme e exigente missão de servir o país", referiu.

PUB

O presidente da FPF assumiu o "regozijo" com a contratação de Laranjo, cujas funções vão, além da candidatura ibérica, incidir no "alargamento" da Cidade do Futebol, para a construção do pavilhão destinado ao futsal, das instalações da Portugal Football School e dos novos espaços do Canal 11.

"Sabemos, pelo seu currículo profissional e pelo contributo fundamental que teve na candidatura do Euro2004 e, mais tarde, na construção da Cidade do Futebol e na Casa dos Atletas, que as suas qualidades profissionais e pessoais representam uma enorme mais-valia para a FPF. É assim com enorme satisfação que recebemos o Eng. António Laranjo na família do futebol. Bem-vindo!", vincou Fernando Gomes.

Também o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) saudou o novo responsável pela candidatura ibérica.

"A sua experiência anterior, designadamente no Euro2004 que se realizou em Portugal, será essencial para apresentarmos a candidatura conjunta mais forte possível. Damos, por isso, as boas-vindas a António Laranjo na certeza de que trabalharemos juntos para ter sucesso neste projeto chave para as duas federações e nossos respetivos países", frisou Luis Rubiales.

Além de Portugal e Espanha, manifestaram intenção de receber a 24.ª edição do campeonato do mundo de futebol Marrocos, a candidatura conjunta de Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile e as de Roménia, Grécia, Bulgária e Sérvia.

O processo de candidaturas deve ser lançado no segundo trimestre de 2022 e a escolha dos anfitriões deve ocorrer no 74.º congresso da FIFA, em 2024.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG