F. C. Porto

António Oliveira: "Jamais me candidataria contra Pinto da Costa"

António Oliveira: "Jamais me candidataria contra Pinto da Costa"

O antigo jogador e treinador do F. C. Porto reagiu à entrevista de Pinto da Costa ao JN e explicou, à RTP3, que jamais se candidatará à presidência dos dragões enquanto o atual líder portista estiver à frente dos destinos do clube.

"Pinto da Costa sabe que só voto nele. Eu pego nas palavras de Pinto da Costa quando ele disse que o Sérgio Conceição será o treinador dele enquanto ele for o presidente. Então, eu digo, enquanto ele e eu formos vivos o presidente do F. C. Porto será sempre Pinto da Costa. É claríssimo", adiantou.

Depois, mais a fundo explicou: "Pinto da Costa sabe que eu jamais, em circunstância alguma, me candidataria contra ele ou enquanto ele for presidente do F. C. Porto. Se o F. C. Porto precisar dos meus serviços, fá-lo-ei, como estive sempre no passado, estou no presente e estarei no futuro, sempre estive do lado do F. C. Porto, sempre que entenderam que precisavam dos meus serviços. Alguns até gratuitos. Mas como presidente não coloco essa hipótese sequer. Primeiro, nunca contra o Pinto da Costa, será sempre o meu presidente. É nele que reconheço capacidade, já antes, mas agora ainda mais, porque só ele está em melhores condições, perante as outras candidaturas, para resolver mais rapidamente os problemas. Já disse que jamais me candidataria contra o Pinto da Costa. Será sempre o meu presidente.

Estas declarações surgem depois do presidente do F. C. Porto ter dito ao JN que se António Oliveira, André Villas-Boas, Vítor Baía e Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, avançassem com uma candidatura, ele próprio abdicaria da possibilidade de ir a eleições por entender que qualquer um destes nomes teria o perfil necessário para liderar o clube.