P. Ferreira

Antunes chora e aponta para o emblema após protestos dos adeptos

Antunes chora e aponta para o emblema após protestos dos adeptos

No final do jogo entre o Marítimo e o Paços de Ferreira, que terminou com um triunfo dos insulares por 2-0, Antunes, jogador dos castores, saiu do relvado em lágrimas após ouvir críticas dos adeptos.

Depois do apito final do jogo a contar para a 12.ª jornada, os jogadores do Paços de Ferreira foram até à bancada onde estavam os adeptos mas Antunes acabou por ficar irritado por críticas que terá ouvido.

O jogador teve mesmo de ser agarrado pelos companheiros de equipa e saiu do relvado em lágrimas e a apontar para o símbolo na camisola. Já na zona de entrevistas rápidas, deixou uma palavra aos apoiantes, percebendo o descontentamento.

"Percebo a atitude dos adeptos, claramente. Seria de estranhar era se os adeptos não mostrassem o seu desagrado. Só este grupo de trabalho é que pode dar a volta a este momento", afirmou o jogador de 34 anos.

Veja o momento:

Nas redes sociais, Antunes deixou uma longa mensagem e justificou a reação a quente com as "ameaças" de um adepto e agraceceu a quem apoia a equipa.

PUB

"Hoje, pela primeira vez, senti-me impotente não pelas críticas ou palavras, isso quem anda no futebol tem que saber viver com isso, mas sim pela atitude desprezível de um adepto, repito, um único adepto, com gestos inaceitáveis! Eu aceito tudo menos ameaças...hoje vou triste mas quero aqui deixar um agradecimento aos adeptos que vieram até à Madeira e dizer que no próximo jogo precisamos deles mais que nunca. Da minha parte, sempre vou dar tudo, a vida se for preciso", escreveu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG