Futebol

APAF classifica de "inadmissíveis" palavras de Sérgio Conceição

APAF classifica de "inadmissíveis" palavras de Sérgio Conceição

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) criticou esta sexta-feira as palavras de Sérgio Conceição sobre o árbitro Fábio Veríssimo, que dirigiu o Belenenses SAD-F. C. Porto (0-0), por serem "ofensas graves à integridade humana e moral".

Segundo a APAF explica em comunicado, "é inadmissível" que "este tipo de palavras e comportamentos em público" sejam consideradas normais no futebol, até porque "a linguagem dos agentes do futebol tem influência direta na sociedade", com maior visibilidade quanto maior o clube.

Para a associação, "a intenção foi clara: ferir o trabalho da arbitragem", com palavras que geraram "o ódio e a irresponsabilidade", pelo que é "urgente começar a medir as consequências das palavras proferidas".

A APAF anuncia ainda que vai dar "todo o apoio jurídico ao árbitro Fábio Veríssimo" e espera que este "mau exemplo" seja "condenado à luz da justiça dos órgãos competentes".

Sérgio Conceição deixou duras críticas ao árbitro do nulo com o Belenenses SAD, num jogo marcado pelo susto do portista Nanu, que foi transportado para o hospital após um choque violento com o guarda-redes russo Kritciuk.

Além de elencar vários lances em que a interpretação foi diferente da do árbitro da partida, Conceição explicou que vê Veríssimo "sob uma polémica incrível" nos últimos tempos, tendo ainda visto o cartão amarelo durante a partida, por protestar a demora na ação para prestar auxílio a Nanu.

"Um árbitro que vem de uma polémica e o Conselho de Arbitragem mete-o aqui. É revoltante. O balneário está revoltado. Este penálti é penálti em todo o lado. É involuntário? Mas alguém faz penáltis de forma voluntária? Hoje fomos enganados, hoje fomos roubados aqui", atirou o técnico dos dragões.

PUB

Nanu sofreu na quinta-feira uma concussão cerebral e um traumatismo vértebro-medular com perda de conhecimento, durante o jogo entre F. C. Porto e Belenenses SAD (0-0), da 17.ª jornada da I Liga, tendo permanecido durante a noite no hospital, em observação.

A direção da APAF encerra a nota com uma "palavra de solidariedade e desejo de rápidas melhoras" a Nanu, "pois não existe resultado desportivo que esteja acima da vida humana".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG