Denúncia

Árbitro agredido no final do jogo entre Estrela da Amadora e Benfica B

Árbitro agredido no final do jogo entre Estrela da Amadora e Benfica B

O Conselho de Arbitragem denunciou agressões ao árbitro do jogo entre o Estrela da Amadora e o Benfica B, da Liga 2, na segunda-feira à noite. Clube da Reboleira apresenta queixa contra árbitro auxiliar.

O árbitro do Estrela da Amadora-Benfica B, da Liga 2, "relatou agressões no corredor de acesso ao balneário utilizado pela equipa de arbitragem no Estádio José Gomes", revelou o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Em comunicado, o CA diz que "um dos responsáveis pela agressão foi identificado pelas forças de segurança presentes no estádio" e anuncia que "já participou a ocorrência ao Conselho de Disciplina" da FPF.

"O CA repudia de forma veemente este acontecimento, que considera da maior gravidade, e manifesta a sua solidariedade para com a equipa de arbitragem constituída por Miguel Nogueira, Nuno Pereira, José Luzia e Pedro Brás", lê-se no comunicado, colocado esta madrugada no site da FPF.

"Os recintos desportivos têm de ser locais de segurança, onde todos podem exercer a sua atividade livremente", diz o CA no comunicado. "O que se passou esta segunda-feira numa competição profissional envergonha e merece a célere e total punição dos responsáveis", acrescenta.

Estrela vai agir judicialmente contra o árbitro

O Estrela da Amadora não comentou a acusação, que foi conhecida já na madrugada desta terça-feira, mas tinha manifestado insatisfação com a equipa de arbitragem, em declarações aos jornalistas, segunda-feira à noite, após o jogo com o Benfica B, da 12.ª jornada da II Liga de futebol, envolto em várias polémicas.

PUB

"Vamos agir criminalmente contra o árbitro assistente Nuno Pereira. Por mais bocas que venham da bancada, nunca pode responder em tom violento a adeptos que pagaram bilhete para ali estar. Vamos fazer com que, pela primeira vez no futebol português, uma equipa de arbitragem seja punida judicialmente", expressou o diretor executivo do Estrela da Amadora, Marco Ferreira, na sala de imprensa, após a partida.

Os "encarnados" venceram por 6-3 a formação da Reboleira, que terminou apenas com nove jogadores, após as expulsões de André Duarte e Afonso Figueiredo, e contestou ainda um penálti a favor do Benfica B e um segundo amarelo "perdoado" a Pedro Álvaro, para além de, ao intervalo, ter ameaçado não regressar para o segundo tempo.

"Não vamos deixar que jamais destruam o que fizemos. Exigimos um pedido de desculpas da Liga, do Conselho de Disciplina e da equipa de arbitragem. Qualquer pessoa deve estar boquiaberta com o que aconteceu aqui hoje", sublinhou o dirigente.

Falando num "balneário arrasado, com jogadores a chorar, que já jogaram noutros patamares e nunca viram nada assim", Marco Ferreira classificou a atuação da equipa de arbitragem como "absolutamente inacreditável" e considerou que "condicionou todo o jogo com situações lamentáveis", abordando os lances que resultaram nas duas expulsões.

"[O árbitro] Consegue expulsar um jogador [André Duarte] estando de costas para o lance e, no outro, ri-se na cara do Afonso Figueiredo, que chegou a um nível que esse árbitro nunca vai chegar. Também apitou o penálti antes do jogador cair", considerou.

Acerca do possível abandono do encontro ao intervalo, Marco Ferreira confirmou essa intenção, que não aconteceu porque "os jogadores acreditaram que ainda conseguiam dar a volta ao jogo", e sobre a confusão no túnel de acesso aos balneários, já depois do apito final do árbitro Miguel Nogueira, o dirigente não tem conhecimento do sucedido.

Henrique Araújo (18, de grande penalidade, e 61), Tiago Gouveia (33 e 44), Duk (74) e Jair Tavares (86) marcaram para as 'águias', enquanto Salomão (03), Sérgio Conceição (40) e Tiago Melo (85) marcaram para os amadorenses.

Este resultado permite ao Benfica B recuperar a liderança da tabela, com 26 pontos, e afastar o Estrela da Amadora dos lugares cimeiros, ocupando o nono lugar, com 16.

* com Lusa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG