O Jogo ao Vivo

Contas

Assembleia Geral do Sporting foi "exemplar" com todos os pontos aprovados

Assembleia Geral do Sporting foi "exemplar" com todos os pontos aprovados

Bernardo Ayala, presidente da Mesa da Assembleia Geral da SAD do Sporting, elogiou a Assembleia Geral Extraordinária, que se realizou esta quinta-feira no Auditório Artur Agostinho, em Alvalade. Os leões informaram ainda que todos os onze pontos inscritos na ordem de trabalhos da Assembleia Geral Extraordinária, relativos às contas de 2021/22, foram aprovados.

"A Assembleia Geral foi excelente mais uma vez, foi muito concorrida e compareceu um número muito relevante de accionistas. Os trabalhos decorreram de forma exemplar, com um debate respeitoso", começou por dizer Bernardo Ayala no final da reunião magna.

"Uma primeira parte relativa aos principais documentos de gestão da sociedade, que foram todos aprovados por larguíssima maioria, uma segunda relativa à política de remunerações também aprovada por larga maioria, e a última parte passou pela eleição dos titulares de todos os órgãos para o quadriénio 2022-2026. Também aqui, a proposta do Sporting CP foi aprovada por larga maioria. O saldo é altamente positivo", frisou o presidente da Mesa da Assembleia Geral da SAD.

PUB

Bernardo Ayala garantiu ainda que está a ser pensada uma nova Assembleia Geral para o início de 2023 para discutir a política de remunerações.

A Holdimo, grupo de Álvaro Sobrinho, que é o maior acionista privado da SAD 'leonina' e detém 13,28% do capital da sociedade -- tinha 29,85% antes da reconversão dos VMOC --, esteve ausente da reunião magna, que começou às 21:00 de quinta-feira e se prolongou até à madrugada de hoje, e deixou de ter Nuno Correia da Silva como administrador não executivo e não remunerado.

A única lista apresentada, encabeçada por Frederico Varandas, com Salgado Zenha, André Bernardo, Margarida Dias Ferreira e Maria Inês Pinto de Abreu, foi eleita por uma larga maioria, com 1.263.321 votos a favor, 14 votos contra e 22 abstenções.

Igual resultado teve a apreciação do relatório de gestão e as contas da sociedade do exercício findo em 30 de junho, enquanto a transferência de 25 milhões de euros para resultados transitados acolheu mais dois votos a favor.

A política de remunerações dos titulares de órgãos da SAD do Sporting foi também aprovada, com 1.263.307 votos a favor, 27 votos contra e 23 abstenções, com 182 mil euros brutos anuais para o presidente e 131 mil para os membros executivos do conselho de administração, como remuneração fixa, definindo como montantes variáveis referentes a 2021/22 82 mil euros para Varandas e 55 mil para os restantes administradores.

Veja todos os onze pontos discutidos na Assembleia Geral:

Deliberar sobre o relatório de gestão e as contas relativos ao exercício findo em 30 de Junho de 2022. A proposta apresentada no ponto 1 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.321 votos a favor, 14 votos contra e 22 abstenções;

Deliberar sobre a proposta de aplicação de resultados relativos ao exercício findo em 30 de Junho de 2022. A proposta apresentada no ponto 2 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.323 votos a favor, 13 votos contra e 21 abstenções;

Proceder à apreciação geral da administração e fiscalização da Sociedade. A proposta apresentada no ponto 3 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.318 votos a favor, 15 votos contra e 24 abstenções;

Apreciar, nos termos e para os efeitos do disposto no artigo 26º-G, n.º 4 do Código dos Valores Mobiliários, o relatório sobre remunerações elaborado pelo Conselho de Administração, respeitante ao exercício 2021/2022. A proposta apresentada no ponto 4 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.308 votos a favor, 27 votos contra e 21 abstenções;

Apreciar e aprovar a proposta de remuneração variável a atribuir aos membros executivos do Conselho de Administração da Sociedade elaborada pela Comissão de Acionistas relativa ao exercício de 2021/2022. A proposta apresentada no ponto 5 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.308 votos a favor, 29 votos contra e 20 abstenções;

Apreciar e aprovar a política de remuneração dos titulares dos órgãos sociais da Sociedade elaborada pela Comissão de Acionistas para o exercício de 2022/2023. A proposta apresentada no ponto 6 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.307 votos a favor, 27 votos contra e 23 abstenções;

Deliberar sobre a eleição da Mesa da Assembleia Geral para o quadriénio 2022/2026. A proposta apresentada no ponto 7 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.326 votos a favor, 10 votos contra e 21 abstenções;

Deliberar sobre a eleição dos membros do Conselho de Administração para o quadriénio 2022/2026. A proposta apresentada no ponto 8 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.321 votos a favor, 14 votos contra e 22 abstenções;

Deliberar sobre a eleição dos membros do Conselho Fiscal para o quadriénio 2022/2026. A proposta apresentada no ponto 9 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.344 votos a favor, 10 votos contra e 2 abstenções;

Deliberar sobre a eleição da Sociedade de Revisores Oficiais de Contas para o quadriénio 2022/2026. A proposta apresentada no ponto 10 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.344 votos a favor, 10 votos contra e 3 abstenções;

Deliberar sobre a eleição da comissão de accionistas, prevista no art. 18º dos Estatutos, para o quadriénio 2022/2026. A proposta apresentada no ponto 11 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 1.263.344 votos a favor, 12 votos contra e 1 abstenção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG