Judo

Associação dos Atletas Olímpicos solidariza-se com atletas

Associação dos Atletas Olímpicos solidariza-se com atletas

A Associação dos Atletas Olímpicos de Portugal (AAOP) manifestou, esta segunda-feira, solidariedade com os judocas que, através de carta aberta, fizeram um conjunto de críticas ao presidente da Federação Portuguesa de Judo (FPJ).

"Após leitura atenta do conteúdo da mesma, e por princípio, queremos manifestar a nossa solidariedade para com estes atletas, e adiantar que desde logo disponibilizámos a cada um deles o nosso apoio", refere a AAOP, em comunicado.

PUB

Ao mesmo tempo, a associação que representa os atletas olímpicos de Portugal disponibiliza-se para "prestar todo o apoio possível na procura de uma solução a contento de todos para esta situação".

"Para normalizar e contribuir para um clima de paz e harmonia, que o desporto e os atletas da modalidade em causa, o judo, merecem, disponibilizamo-nos, caso assim entendam os intervenientes, Estado, atletas, dirigentes etc, a prestar todo o apoio possível na procura de uma solução a contento de todos para esta situação", acrescenta a AAOP.

Na quinta-feira, sete judocas olímpicos fizeram duras acusações ao presidente da Federação Portuguesa de Judo (FPJ), Jorge Fernandes, criticando desde o local da preparação, em Coimbra, até comportamentos alegadamente incorretos para com os atletas.

Numa carta aberta, Telma Monteiro, Bárbara Timo, Rochele Nunes, Patrícia Sampaio, Catarina Costa, Anri Egutidze e Rodrigo Lopes pediram a intervenção da tutela, acusando Jorge Fernandes de opressão.

O presidente da FPJ rejeitou as críticas que lhe são feitas pelos judocas, assinalando que existe um modelo para a competição e que o mesmo é para seguir.

Entretanto, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, informou na sexta-feira que vai reunir-se com os judocas, com o presidente da FPJ e com o presidente do Comité Olímpico de Portugal, no sentido de promover o "diálogo" na modalidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG