O Jogo ao Vivo

Futebol

Associação Europeia de Clubes e UEFA acordam aumento de verba por cedência de jogadores

Associação Europeia de Clubes e UEFA acordam aumento de verba por cedência de jogadores

As compensações pagas aos clubes pela cedência de jogadores às seleções vão ser aumentadas, para um valor ainda não divulgado, ao abrigo de um acordo firmado, esta terça-feira, pela Associação Europeia de Clubes de futebol e a UEFA.

De acordo com a ECA, o acordo que vigorará até maio de 2018, prevê que os clubes recebam uma verba "substancialmente maior" do que os 55 milhões de euros que estavam acordados para o Euro2012, que serão pagos a uma taxa diária enquanto os jogadores estiverem envolvidos no torneio.

A ECA, que inclui Benfica, FC Porto, Marítimo, Sporting e Sporting de Braga, refere que o valor a receber pelos clubes "vai ser aumentado a tempo do Euro2012 e ampliado em 2016", acrescentando que os valores exatos serão divulgados no Congresso da UEFA, agendado para 22 de março em Istambul.

A ECA e a UEFA chegaram também a acordo sobre o pagamento de salários, com o organismo europeu a responsabilizar-se pela criação, antes do Euro2012, "de um seguro que cubra o risco de lesão de jogadores que sejam chamados às seleções europeias".

Segundo Karl-Heinz Rummenigge, presidente da ECA, "o seguro é válido para todos os jogadores inscritos em clubes europeus, independentemente da sua nacionalidade, e para todos os encontros incluídos no calendário internacional, sejam oficiais ou particulares".

Rummenigge congratulou-se com o acordo, referindo que "na família do futebol europeu as soluções podem ser encontradas de forma cooperativa e justa, numa altura em negociações entre a ECA e a FIFA estão num impasse.

Na semana passada, a ECA recusou participar no encontro marcado para 05 de março, em Zurique (Suíça), durante o qual será analisado o processo de cedência dos jogadores às seleções por parte dos clubes entre 2015 e o Mundial de 2022, no Qatar.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG