Futebol

Athletic Bilbau derrota Barcelona e ergue Supertaça de Espanha

Athletic Bilbau derrota Barcelona e ergue Supertaça de Espanha

O Athletic Bilbau ergueu este domingo a sua terceira Supertaça de futebol de Espanha, ao vencer 3-2 no prolongamento o FC Barcelona, após 2-2 no final do tempo regulamentar, na final disputada no Estádio Olímpico de Sevilha.

Depois de ter afastado o detentor do troféu Real Madrid nas meias-finais (2-1), dado que a Supertaça espanhola é disputada pelo segundo ano no sistema de 'final-four', o Athletic Bilbau levou a melhor sobre o FC Barcelona.

O 'Barça' esteve por duas vezes em vantagem, com golos do francês Antoine Griezmann, aos 40 e 77 minutos, mas o Athletic empatou por outras duas, por Óscar de Marcos, aos 42, e Asier Villalibre, aos 90, e chegou ao triunfo, já no prolongamento, por Inaki Williams, aos 94.

O encontro de Sevilha, sem público, ficou ainda marcado negativamente pela expulsão do argentino Lionel Messi, que viu o cartão vermelho direto aos 120+1 minutos, por conduta imprópria, numa decisão validada com o recurso ao videoárbitro.

O encontro foi equilibrado e de paciência, mas sem grandes oportunidades de golo, tendo o Athletic jogado ao longo da primeira parte mais perto da baliza do FC Barcelona, mas sem criar situações de perigo para o guarda-redes Ter Stegen.

Nos minutos finais da primeira parte, o FC Barcelona sacudiu a pressão dos bascos e chegou à vantagem pelo francês Antoine Griezmann, aos 40 minutos, na sequência de um cruzamento de Jordi Alba, numa abertura de Lionel Messi.

A resposta do Athletic foi imediata e o empate surgiu por Óscar de Marcos, aos 42 minutos, tirando partido de um lançamento de Inaki Williams para as costas da defesa catalã.

PUB

Na segunda parte, Lionel Messi criou perigo através de um livre, mas foi o Athletic a colocar o FC Barcelona em sentido com um golo de Raul Garcia, anulado com o recurso ao videoárbitro, por posição irregular.

O FC Barcelona voltou à vantagem com novo golo de Griezmann, aos 77 minutos, numa assistência de Jordi Alba, mas o Athletic nunca abdicou do jogo e alcançou o empate a 2-2 por Asier Villalibre, aos 90 minutos, a passe de Iker Muniain, levando o jogo para o prolongamento.

Um grande golo de Inaki Williams, aos 94 minutos, com um pontapé forte ao ângulo mais distante da baliza defendida por Ter Stegen, que fez a bola embater ainda no ferro, sentenciou definitivamente o encontro a favor do Athletic.

Ainda antes do final do encontro, o argentino Lionel Messi foi expulso, por agressão, numa decisão tomada com o recurso ao videoárbitro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG