V. Guimarães - Benfica

Atirador ucraniano abre caminho a águia imparável

Atirador ucraniano abre caminho a águia imparável

Yaremchuk faz o primeiro "bis" em Portugal e dá expressão à maior eficácia dos encarnados. João Mário sentencia triunfo e vitorianos só conseguem marcar, de penálti

Sétimo jogo, sétimo êxito do Benfica na Liga, levando a melhor no reduto do Vitória de Guimarães, no teste talvez mais exigente, até ao momento, na competição. Pressionadas pelos triunfos, na véspera, de Sporting e F. C. Porto, as águias venceram com mérito, tendo começado a construir o caminho para garantir os três pontos, ainda na primeira parte, com dois golos de Yaremchuk. O reforço ucraniano, natural de Lviv, sobressaiu no primeiro tempo, dando maior desafogo às ambições da equipa de manter o trajeto totalmente vitorioso na Liga.

Após meia hora em branco, o Benfica teve 11 minutos de excelente nível, marcou por duas vezes e poderia ter chegado ao descanso com uma vantagem ainda maior. Primeiro Yaremchuk, bem servido por Vertonghen, picou a bola por cima do guarda-redes Trmal e fez o 0-1. Depois, o ucraniano assinou o primeiro "bis" pelo Benfica, ao aproveitar uma desmarcação de Rafa, após erro de Borevkovic. O ponta de lança, mesmo com pouco ângulo, fez o 0-2, "a meias" com o defesa Mumim.

Pouco depois, Yaremchuk falhou o hat-trick, com o Benfica a dever a si próprio não ter chegado ao descanso com o jogo completamente na mão.

No segundo tempo, os encarnados viram os minhotos a aparecer com mais perigo, Pepa apostou na reviravolta e o jogo ganhou maior emoção.

No Benfica, numa transição, Darwin deixou Jorge Jesus à beira de ataque de nervos ao não aproveitar para fazer o 0-3. O atacante desentendeu-se com o treinador, mas manteve-se em campo. Pouco depois João Mário, servido por Rafa, elevou mesmo a vantagem.

O golo do Vitória surgiu apenas no último quarto de hora e de penálti, após falta de Lucas Veríssimo, na área, sobre Rochinha. Bruno Duarte fez o tento de honra vimaranense e a equipa tentou ir além, mas o Benfica controlou a vantagem até final e Jorge Jesus até fez algumas poupanças, a pensar no jogo que se segue com o Barcelona, para a Champions.</p>

PUB

Veja o resumo do jogo:

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG