Desporto

Ausência de Ronaldo deixa Neymar no centro do palco

Ausência de Ronaldo deixa Neymar no centro do palco

A ausência do "capitão" da seleção portuguesa de futebol, Cristiano Ronaldo, do encontro particular com o Brasil, na terça-feira, deixa o caminho aberto para Neymar, a nova "estrela" do FC Barcelona, brilhar em Boston, nos Estados Unidos.

Depois de ter estado em dúvida, Ronaldo selou com um "hat-trick" a goleada de Portugal na visita à Irlanda do Norte, por 4-2, promovendo a reviravolta no marcador no antepenúltimo embate da equipa das "quinas" no Grupo F de qualificação europeia para o Mundial2014.

Cumprida a missão oficial, o avançado do Real Madrid foi dispensado devido a uma tendinite na coxa direita do "amigável" com a formação anfitriã do próximo Campeonato do Mundo, que, sem jogos de apuramento, tenta manter a rotina vencedora iniciada na Taça das Confederações em jogos particulares.

Se para os comandados de Paulo Bento esta vai ser a última oportunidade de procurar opções para as receções a Israel, a 11 de outubro, e Luxemburgo, quatro dias depois, no encerramento da qualificação para o Mundial, para o Brasil é mais um jogo de preparação frente a uma das semifinalistas do Euro2012.

A equipa das "quinas" apresenta-se desfalcada da sua principal referência -- Cristiano Ronaldo -- e terá como principais argumentos ofensivos Vieirinha, Nani e, provavelmente, Nelson Oliveira, que o técnico poderá testar, para suprir a ausência de Hélder Postiga, na sequência da expulsão na Irlanda do Norte, estando Licá também à espreita de um lugar no "onze".

Tal como o extremo do FC Porto, os menos utilizados Eduardo, Luís Neto, Ricardo Costa, Antunes, André Martins, Josué, Ruben Amorim, Anthony Lopes e Adrien Silva - estes dois últimos na eventualidade de conseguirem a primeira internacionalização AA - podem ainda beneficiar do caráter particular do encontro para se mostrarem a Paulo Bento.

Do lado brasileiro, as atenções recaem em Neymar. O antigo prodígio do Santos rumou ao campeão espanhol, FC Barcelona, e procura "explodir" na Europa para se intrometer no "duelo" entre o companheiro de equipa Lionel Messi e Ronaldo pelo título de melhor do Mundo, mas a ausência do madeirense adia, para já, um frente a frente com Ronaldo.

No entanto, como é tradição, a seleção brasileira, comandada pelo ex-selecionador de Portugal Luiz Felipe Scolari, é uma imensidão de "craques", mesmo com as ausências de Hulk, antigo jogador do FC Porto, e Daniel Alves.

Óscar, Paulinho, Lucas, Hernanes, Marcelo, Dante, Ramires, Thiago Silva e David Luiz são apenas alguns dos exemplos dos valores individuais do "escrete" atual, que defronta pela 20.ª vez Portugal na terça-feira, no Estádio Gillete, nos arredores de Boston, nos Estados Unidos.

No "aquecimento" para o encontro com Portugal, o Brasil goleou no sábado a Austrália, já apurada para o Mundial2014, por 6-0, num particular disputado em Brasília.