O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Azul do Feirense dá cor à vida de Artur Jorge

Azul do Feirense dá cor à vida de Artur Jorge

Adepto dos "fogaceiros" desde que se conhece, coleciona camisolas do clube. Não vai ao Dragão devido aos "vira casacas". "Incomodam-me", diz

Até no trabalho, Artur Jorge é reconhecido pela paixão ao futebol. Vai sempre vestido de azul, de castelo ao peito, e há colegas que apenas o conhecem por "feirense". Aos 51 anos, a história entrelaçasse com a do clube "fogaceiro", muito por culpa do tio, Américo, que lhe pegou o vício de "ir ver os jogos, em casa e fora", e abriu caminho a uma paixão eterna.

Ainda é do tempo de "ver jogadores a chegar ao campo vindos do trabalho", do tempo "de dizer que era da Vila da Feira". "Havia uma mística que perdemos", lamenta, mas que procura preservar com as mais de 70 camisolas que tem do clube, umas compradas, outras oferecidas. Mágoa só a de "nunca ter recebido uma camisola de um jogador em mão". Isso e os adeptos "vira casacas" nos jogos com os grandes, que o levaram a deixar de os ver no estádio. "Incomodam-me. Ou somos feirenses ou não somos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG