Futebol Feminino

Barcelona abre as portas da La Masia às jogadoras da formação

Barcelona abre as portas da La Masia às jogadoras da formação

O Barcelona deu um passo importante no desenvolvimento do futebol feminino no clube ao abrir as portas da La Masia às jovens que competem nos escalões de formação, de forma a que estas possam conciliar estudos e desporto ao mais alto nível.

O emblema catalão, que ostenta o título de campeão europeu feminino de clubes conquistado em 2020/21, fez história este domingo ao acolher na famosa academia, e pela primeira vez nos mais de 40 anos de existência, nove jogadoras das categorias mais jovens, dando-lhes a oportunidade de conciliarem a prática do futebol com os estudos no Centro de Treinos Oriol Tort, à semelhança do que acontece no futebol masculino.

Lucia Corrales, Berta Doltra, Judit Pujols, Ona Baradad, Laura Coronado, Meritxell Font, Martina Fernandez, Claudia Riumalló e Alba Caño, todas ligadas à equipa B, são as primeiras mulheres residentes na "La Masia", por onde também passaram jogadores como Lionel Messi, Xavi Hernández, Iniesta, Piqué, entre muitos outros nomes sonantes do Barça.

Em 2015, Patri Guijarro tinha-se tornado na primeira jogadora a tirar o bacharelato na "La Masía", desde aí o número aumentou e, na época passada, já eram 16. Mas até agora não havia mulheres residentes. Esta nova abordagem, segundo o clube, mostra o "compromisso do FC Barcelona com o futebol feminino e a igualdade de género".

Jordi Ventura, coordenador do futebol de formação feminino dos catalães, assinalou estar-se perante "um acontecimento histórico". "Um novo exemplo firme do clube no compromisso com o futebol feminino. Desde 2015, com a profissionalização da equipa titular, temos vindo a dar passos e isso representa um novo impulso muito importante para o sector e a 'La Masia' ", completou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG