Alemanha

Bayern aproveita deslize do Dortmund para reforçar liderança, André Silva marca

Bayern aproveita deslize do Dortmund para reforçar liderança, André Silva marca

O Bayern Munique venceu, este sábado, o Mainz (2-1) e aproveitou o empate do Borussia Dortmund ante o Bochum (1-1) para se distanciar na liderança da Liga alemã, enquanto o futebolista português André Silva marcou pelo Leipzig.

O campeão germânico apenas conseguiu confirmar o triunfo na reta final do encontro da 15.ª jornada, quando o médio Jamal Musiala, à passagem do minuto 74, operou a reviravolta na Allianz Arena, 'despida' de adeptos devido à pandemia de covid-19.

No primeiro tempo, o austríaco Karim Onisiwo tinha inaugurado o marcador para os forasteiros (22 minutos), uma vantagem que se manteve até aos 53, altura em que o francês Kingsley Coman restabeleceu a igualdade.

PUB

Com este triunfo, os bávaros passam a somar 37 pontos, mais seis do que o rival e segundo colocado Dortmund, enquanto o Bayer Leverkusen, com menos um jogo, ocupa o último lugar do pódio, com 27.

Sem o luso Raphaël Guerreiro, o Dortmund, tal como o Bayern, entrou a perder, face à grande penalidade convertida por Polter, aos 40 minutos, e apenas conseguiu reagir já perto do apito final, por Julian Brandt (85), assistido por Haaland.

O Bochum partilha o nono lugar com o Wolfsburgo, ambos com 20 pontos.

Na Red Bull Arena, o avançado internacional português André Silva deu sequência ao bom momento que atravessa na época, ao anotar o segundo tento do Leipzig, aos 33 minutos, na receção ao Borussia Mönchengladbach (4-1).

Antes do antigo jogador do FC Porto anotar o seu quarto golo nos últimos cinco encontros oficiais, o croata Josko Gvardiol tinha aberto o ativo, aos 21 minutos, com o francês Nkunku (90+1) e Henrichs (90+4), ambos em tempo de compensação, a colocarem o resultado com números de goleada.

Este resultado permite aos anfitriões regressarem aos bons resultados e, consequentemente, subirem ao sétimo posto, com 21 pontos, os mesmos do Mainz.

O Mönchengladbach, que ainda encurtou distâncias por Bensebaini (88 minutos), prossegue com 18 pontos e sofreu o terceiro desaires consecutivo, seguindo no 13.º lugar, partilhado com o Hertha de Berlim.

Na luta pelos lugares que dão acesso direto à Liga dos Campeões, o Hoffenheim, quarto posicionado, com 26 pontos, continua a surpreender e hoje foi ao reduto do Friburgo (quinto, com 25) alcançar o quarto triunfo (2-1) consecutivo, que só ficou 'selado' nos descontos, pelo norte-americano Chris Richards (90+5 minutos).

Antes, no primeiro tempo, David Raum (três minutos) marcou para os visitantes e Nico Schlotterbeck (21) fez o empate para os locais, que, após o descanso, desperdiçaram um penálti, por Grifo (62).

Já o Hertha de Berlim, continua a recuperar terreno na classificação e, desta vez, bateu o aflito Arminia Bielefeld por 2-0, que teve entre os suplentes o luso Guilherme Ramos.

O aflito Estugarda saiu, provisoriamente, da zona de despromoção e ascendeu ao 15.º posto, com 17 pontos, depois de vencer no reduto do Wolfsburgo por 2-0, face aos tentos do grego Mavropanos, aos 25 minutos, e Philipp Forster, aos 63.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG