Competição

Benfica conquista Supertaça de voleibol pela oitava vez

Benfica conquista Supertaça de voleibol pela oitava vez

O Benfica conquistou este sábado a oitava Supertaça de voleibol, ao vencer a Fonte Bastardo, por 3-0, em Almada, num encontro em que ficou evidente a superioridade dos campeões nacionais sobre o finalista da Taça de Portugal.

As águias impuseram-se em apenas um hora e 18 minutos, com os parciais de 25-14 (22 minutos), 25-18 (27) e 25-22 (29), alcançando um triunfo fácil frente um rival que havia criado alguma expectativa na semana passada, quando os dois conjuntos se defrontaram no Torneio das Vindimas (triunfo do Benfica por 3-2).

O primeiro set foi totalmente controlado pelo Benfica, que em apenas quatro minutos conquistou uma vantagem de cinco pontos (7-2), que foi ampliando gradualmente a partir desse momento até ao 25-14 final (22 minutos), em função do acerto coletivo e também de alguns erros individuais dos açorianos.

O cenário parecia repetir-se no segundo set, com os encarnados a chegarem a 6-2 no início do parcial, mas a Fonte Bastardo recuperou para um ponto de desvantagem (7-6) e, embora sempre atrás no marcador, foi mantendo a distância a um máximo de dois pontos até aos 18 minutos (17-16), momento chave em que o Benfica, com um parcial de 6-0, disparou para 23-16 e praticamente sentenciou o set que terminaria em 25-18 (27 minutos).

O terceiro e último parcial acabou por ser o mais equilibrado, com os insulares a manterem-se sempre colados e a chegarem mesmo a comandar o marcador a meio do set (18-17), mas foi então que o Benfica inverteu para 21-18, momento em que os açorianos quebraram animicamente e não mais conseguiram colocar em perigo o triunfo benfiquista.

O Benfica confirmou, desta forma, o seu domínio recente no voleibol nacional, conquistando a oitava Supertaça nos últimos nove anos e dando seguimento à senda vitoriosa da última época, na qual conquistou Supertaça, campeonato e Taça de Portugal.

Ficha de jogo:

Jogo no Pavilhão do Complexo Municipal dos Desportos, em Almada.

Benfica -- Fonte Bastardo, 3-0. Parciais: 25-14 (22 minutos), 25-18 (27), 25-22 (29).

Sob a arbitragem da dupla Hélio Ormonde (AV São Miguel) e Pedro Pinto (AV Porto) as equipas alinharam com:

Benfica: Rapahel Oliveira, André Lopes, Hugo Gaspar, Marc Honoré, Flávio Soares e Ivo Casas (líbero). Jogaram ainda: Peter Wohlfahrtstatter, Théo Lopes, André Aleixo e Nuno Pinheiro.

Treinador: Marcel Matz.

Fonte Bastardo: Helder Spencer, José Neves, Lionel Coloras, Caíque Silva, Sirianis Hernández e Bruno Jesus. Jogaram ainda: Alan Domingos (líbero), Valentin Bouleau, Rui Moreira e Gabriel Santos.

Treinador: João Coelho.

Assistência: Cerca de 500 espetadores.