Futebol

Benfica considera de "enorme gravidade" possível falsidade em relatório de árbitro

Benfica considera de "enorme gravidade" possível falsidade em relatório de árbitro

O Benfica considerou esta segunda-feira "de enorme gravidade" a possibilidade de o árbitro Tiago Martins ter escrito no relatório do jogo de futebol com o Vitória de Setúbal que foi atingido por uma moeda, o que lhe terá provocado um hematoma.

Os campeões nacionais afirmam ter sido confrontados com a informação de que o árbitro do jogo da sétima jornada da Liga, terá "escrito no seu relatório ter sido atingido por uma moeda que lhe terá provocado um hematoma" e asseguram que essa informação é falsa.

"Tal como as imagens podem comprovar, essa informação é falsa, até porque, pelo que se vê, nem sequer o árbitro foi atingido, nem em momento algum houve qualquer tipo de reação compatível com essa denúncia existente no relatório", indica o clube lisboeta no site oficial.

O clube considera que "inventar supostas agressões com uma moeda de cinco cêntimos, causadoras de hematomas, envergonha uma classe em que existem excelentes profissionais" e desafia o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol a, "de uma vez por todas", "assumir as suas responsabilidades".

Segundo apurou o JN, o juiz do encontro que os encarnados venceram por 1-0, graças ao golo de Vinicius, escreveu no relatório que foi atingido por uma moeda e que a entregou ao delegado do jogo.