O Jogo ao Vivo

futsal

Benfica critica "excessiva violência e extrema dureza" da PSP

Benfica critica "excessiva violência e extrema dureza" da PSP

O Benfica criticou, este domingo, a "excessiva violência e extrema dureza" de "alguns efectivos" da PSP que, após o segundo jogo da final do campeonato português de futsal, "carregaram sobre pessoas indefesas, incluindo crianças e idosos".

O Benfica "lamenta os incidentes causados este domingo pela Polícia de Segurança Pública dentro e nas imediações do Pavilhão Império Bonança, após o jogo de futsal que opôs Benfica e Sporting", lê-se no comunicado, divulgado no sítio oficial do clube na Internet.

"Aquilo que se passou depois do espectáculo desportivo foi uma vergonha. Há comportamentos policiais repetidos nos pavilhões do Clube que não têm qualquer justificação", refere o clube.

No mesmo comunicado, o clube afirma que "alguns efectivos destacados para garantir, como é normal, a segurança no recinto carregaram sobre pessoas indefesas, incluindo crianças e idosos", acrescentando que "estes actos, de excessiva violência e extrema dureza, representam precisamente algo pelo qual o "Corpo de Intervenção" da PSP devia ter repugnância".

"Mas pensar assim, pelos vistos, é um engano", admite o Benfica, concluindo que "para ter este tipo de intervenção exagerada, desmedida e indiscriminada é preferível a Polícia deixar de ir ao Complexo Desportivo do Sport Lisboa e Benfica".

No segundo encontro da final do campeonato, disputada à melhor de cinco jogos, o Sporting conquistou o seu segundo triunfo ao vencer o Benfica, por 4-2.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG