O Jogo ao Vivo

Futebol

Benfica fala de alegadas promessas a árbitros

Benfica fala de alegadas promessas a árbitros

No programa "Chama Imensa" desta segunda-feira, na BTV, José Marinho, elemento da estrutura encarnada, apresentou a estrutura do "novo apito dourado" e revelou alegadas promessas a árbitros.

José Marinho, elemento da comunicação do Benfica, revelou esta segunda-feira, aquilo que denomina de "novo apito dourado" em que o líder, segundo as águias, é o presidente dos dragões, Pinto da Costa.

Segundo o elemento da estrutura encarnada, o Benfica teve acesso a "anomalias e suspeitas" que foram "encaminhadas para as autoridades judiciais em Portugal". Ainda segundo José Marinho, o novo Apito Dourado "ainda não está tão maduro como o velho porque nem Fontelas Gomes se chama Pinto de Sousa ou Lourenço Pinto nem os árbitros são tão influenciáveis como eram" os de outrora.

O comentador da BTV revelou, ainda, um episódio relacionado com a vida de um árbitro, que recebeu uma chamada uma hora antes do início de uma partida: "A uma hora de se realizar um jogo, um árbitro recebeu uma chamada da esposa, em que lhe foi dito que tinham tocado à campainha de casa a perguntar pela filha do casal e a oferecerem-se para a levar ao colégio no dia a seguir"

"Desde a visita ao Centro de Treinos dos árbitros, foram constantes as ameaças por diversas vias, presenças nas áreas de residência, escolas dos filhos dos árbitros, práticas de condicionamento. Artur Soares Dias apresentou uma queixa há mais de 300 dias e nunca mais se soube nada da investigação".

O porta-voz destas suspeitas questionou, ainda, a descida de categoria dos árbitros Tiago Antunes e Jorge Ferreira, em favor de Luís Ferreira que se manteve por "uma décima". "Era importante que Luís Ferreira permanecesse na primeira categoria, este foi o árbitro do Benfica - Boavista da época passada. É um árbitro que se deixa influenciar por este novo Apito Dourado. No final do F. C. Porto - Tondela, Luís Gonçalves terá dito a Luís Ferreira de forma audível 'não vais descer, és um dos nossos'. Isto é ou não verdade?".

PUB

E continuou com as interrogações: "É ou não verdade que Pinto da Costa ligou a um árbitro internacional e um dos principais promotores da greve na Taça da Liga? É ou não verdade que António Perdigão [ex-assistente de Paulo Costa e atual comentador de arbitragem no Porto Canal] falou com árbitros e assistentes a influenciá-los a não fazer greve? É ou não verdade que António Perdigão se terá encontrado com árbitros e assistentes e que o argumento que usava era 'vocês têm que estar bem com o F. C. Porto e com o presidente, com o apoio dele nada vos acontece, vocês sabem o que aconteceu a Cosme Machado e Tiago Antunes que desceram de categoria'".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG