Grupo C

Benfica perde frente ao Barcelona na Liga Europeia de hóquei em patins

Benfica perde frente ao Barcelona na Liga Europeia de hóquei em patins

O Benfica perdeu, este sábado, com o Barcelona, por 4-2, na terceira jornada do Grupo C da Liga Europeia de hóquei em patins, num jogo em que estiveram sempre em desvantagem, entregando a liderança do agrupamento aos catalães.

Matías Pascual, aos nove minutos, e o ex-benfiquista João Rodrigues, aos 17, deram vantagem ao Barcelona, mas Lucas Ordoñez ainda conseguiu reduzir a favor das águias antes do intervalo, aos 24.

Na segunda parte, Pablo Álvarez, aos 32, fez o 3-1 para os visitantes, Gonçalo Pinto ainda manteve a esperança, aos 39, mas Pablo Álvarez voltou a faturar e confirmou o triunfo dos espanhóis.

No Grupo C, o Barcelona isolou-se na liderança, com nove pontos em três jogos disputados, enquanto o Benfica somou a primeira derrota na competição, fixando-se nos seis pontos. O Sarzana, de Itália, e o Herringen, da Alemanha, ainda não pontuaram e defrontam-se ainda este sábado.

Os encarnados até começaram mais perigosos, com tentativas de Lucas Ordoñez e de Carlos Nicolía a esbarrarem no guarda-redes Aitor Egurrola, mas foi o Barcelona a inaugurar o marcador, aos nove minutos, por Matías Pascual.

Os catalães estiveram perto de ampliar a vantagem, logo de seguida, apostando em contra-ataques rápidos para ameaçar a baliza de Pedro Henriques e, numa dessas transições ofensivas, João Rodrigues apareceu solto na cara do guarda-redes benfiquista e dilatou a vantagem diante da antiga equipa.

Aos 20 minutos, Aitor Egurrola defendeu um penálti de Carlos Nicolía e, no seguimento, uma grande jogada do Barcelona só não terminou em golo devido a uma boa intervenção de Pedro Henriques. Contudo, o Benfica conseguiu reduzir ainda antes do descanso, aos 24, num livre direto cobrado por Lucas Ordoñez.

Na segunda parte, a displicência do Benfica marcou os minutos iniciais, em dois remates de Valter Neves (26 e 29) e em mais um livre direto desperdiçado por Carlos Nicolía (27), beneficiando o Barcelona, que aumentou para 3-1 por Pablo Álvarez, apontado com muita classe, levantando a bola por cima de Pedro Henriques.

Com um numeroso apoio benfiquista no pavilhão, e já depois de mais um livre direto falhado, desta feita por Lucas Ordoñez, o Benfica reduziu para 3-2, aos 39 minutos, num golo importante da autoria de Gonçalo Pinto, após jogada de insistência, o que reabriu por completo a partida para os 10 minutos finais.

Contudo, a 11 segundos do fim, o Barcelona confirmou o triunfo, por Pablo Álvarez, que penalizou bastante a formação portuguesa, que falhou demasiadas oportunidades para sair do seu recinto com a vitória.

O F. C. Porto também perdeu, em Espanha, diante do Noia por 6-4. Gonçalo Alves (3) e Carlo di Benedetto. marcaram os golos da equipa azul e branca.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG