Youth League

Benfica perto do play-off ao empatar em Munique

Benfica perto do play-off ao empatar em Munique

O Benfica hipotecou esta terça-feira o apuramento direto para os oitavos de final da UEFA Youth League em futebol, mas deu um passo de gigante rumo ao play-off, ao empatar 2-2 no reduto do Bayern Munique.

Em encontro da quinta ronda do Grupo E, os encarnados foram superiores aos bávaros, mas não o conseguiram traduzir no resultado e só se salvaram da derrota aos 90 minutos, graças a um tento de Ronaldo Camará, na estreia como titular.

O onze de Renato Paiva até chegou ao intervalo na frente, com um golo de Nuno Santos, aos 43 minutos, mas desperdiçou três claras ocasiões no início da segunda parte e, depois, pagou com golos, do holandês Joshua Zirzee, aos 66, e do polaco Marcel Zylla, aos 80, falhas de Celton Biai e Pedro Álvaro.

O tento de Camará, de 15 anos, evitou a derrota e deixa o Benfica no segundo lugar do grupo, a três pontos do Ajax e com os mesmos oito do Bayern, sendo que, na última ronda, recebe os gregos do AEK Atenas, ainda a zero, após o 1-8 de hoje com os holandeses.

Sob muito frio, a formação encarnada entrou a dominar, com mais posse de bola e a pressionar muito alto, junto à área contrária, com Luís Lopes, aos quatro minutos, e Gonçalo Ramos, aos nove, a fazerem as primeiras ameaças.

Os bávaros, que foram sempre tentando sair a jogar, 'aceitaram' jogar na expectativa, mas, aos poucos, foram começando também a chegar-se perto da baliza de Celton Biai, com Frankze, aos 15 minutos, e Zirkee, aos 19 e 35, a criarem algum perigo.

Na parte final da primeira parte, o Benfica voltou a ser mais perigoso e, depois de Gonçalo Ramos cabear à barra, servido por Ronaldo Camará, Nuno Santos colocou mesmo os 'encarnados' na frente do marcador, com um remate já na área, aos 43 minutos.

A segunda metade começou com os bávaros a tentar assumir o jogo e o onze de Renato Paiva, com mais espaço, a criar três ocasiões flagrantes para aumentar a vantagem, desperdiçadas por Tiago Gouveia, aos 46 e 51 minutos, e Ronaldo Camará, aos 56.

Os encarnados não marcaram e, aos 66 minutos, os bávaros restabeleceram a igualdade, por intermédio de Zirkzee, que não desaproveitou uma falha de Celton Biai, numa saída falhada, após passe de Stiller para as costas da defesa do Benfica.

A equipa de Renato Paiva demorou uns minutos a encaixar o golo, mas voltou a instalar-se, rapidamente, junto à área contrária. No entanto, aos 80 minutos, um mau passe de Pedro Álvaro, que poderia ter sido expulso aos 65, permitiu ao Bayern chegar ao segundo golo, apontado por Zylla, isolado por Zirkzee.

Este novo soco não foi, no entanto, suficiente para deixar KO o Benfica, que foi à procura do empate e conseguiu-o, em cima do minuto 90, graças a um cabeceamento certeiro de Ronaldo Camará, servido por Úmaro Embaló, a terceira aposta de Renato Paiva.

Até final, as duas equipas ainda ameaçaram o terceiro, mas o empate manteve-se.