O Jogo ao Vivo

Incidente

Benfica reage em comunicado e fala em "criminoso apedrejamento"

Benfica reage em comunicado e fala em "criminoso apedrejamento"

O clube encarnado reagiu em comunicado ao incidente que provocou o ferimento a dois jogadores e garante "total colaboração" para "identificar os delinquentes responsáveis por estes atos criminosos".

Na nota, os encarnados "repudiam e lamentam o criminoso apedrejamento" do autocarro e informam que, por precaução, Julian Weigl e Zivkovic foram ao hospital da Luz para serem observados depois de terem sido atingidos por estilhaços.

"O Sport Lisboa e Benfica garante a sua total colaboração com as autoridades, a quem apela para que seja feito o maior esforço, no sentido de identificar os delinquentes responsáveis por estes atos criminosos", pode ler-se.

O autocarro do Benfica foi atacado na A2, quando estava a chegar ao centro de treinos do Seixal, onde a comitiva encarnada regressava após ter empatado, na Luz, com o Tondela (0-0), e falhado assim a possibilidade de ultrapassar o F. C. Porto na liderança do campeonato.

O veículo foi atingido com pedras e os jogadores Weigl e Zivkovic tiveram de receber tratamento médico por causa dos estilhaços provocados pela quebra dos vidros. Ambos foram transportados para uma unidade hospitalar em Lisboa.

Leia o comunicado na íntegra:

"O Sport Lisboa e Benfica repudia e lamenta o criminoso apedrejamento de que foi vítima o autocarro dos seus jogadores à saída da A2, quando se dirigia para o Centro de Estágios do Seixal, no final do jogo frente ao Tondela, realizado na noite de quinta-feira no Estádio da Luz.

Informamos que, por uma questão de precaução, os jogadores Julian Weigl e Zivkovic, de imediato, foram levados ao Hospital da Luz para serem observados, na sequência dos estilhaços que os atingiram.

O Sport Lisboa e Benfica garante a sua total colaboração com as autoridades, a quem apela para que seja feito o maior esforço, no sentido de identificar os delinquentes responsáveis por estes atos criminosos":