Desporto

"Besta negra" assombra o Real Madrid

"Besta negra" assombra o Real Madrid

O Bayern é mesmo a "besta negra" do Real Madrid na Champions. Gomez, no minuto 90, impôs a oitava derrota (2-1) aos merengues em Munique. Mourinho geriu mal o empate e agora precisa de "remontar".

Ironia das ironias: foi o golo do empate, apontado por Ozil (53 m), numa assistência do desinspirado Cristiano Ronaldo, que havia acabado de perder um golo de forma incrível, a marcar o início do fim do Real Madrid na Arena de Munique.

O Bayern despertou, o Real Madrid encolheu-se e José Mourinho começou a gerir, mal, o empate que abria caminho ao regresso à Arena de Munique, o palco da final.

Mourinho pareceu satisfeito com o empate. Quis controlar o meio-campo e lançou Marcelo e Granero, tirando Ozil e Di María, mas não soube responder à única alteração de Heynckes.

O técnico alemão abdicou do médio Scheweinsteiger para lançar outro atacante (Muller) e soube colocar pressão em cima do amarelado Coentrão, ao juntar muitas vezes Ribéry a Robben e Lahm, construíndo por aí a vitória no último minuto. Lahm deu-lhe um nó cego e Gomez mostrou o instinto de goleador que obriga o Real Madrid a ganhar no Bernabéu.

Mourinho nem se pode queixar de Webb, embora no golo de Ribéry (17 m) o defesa Boateng estivesse em situação de fora-de-jogo e a tapar um pouco a visão a Casillas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG