O Jogo ao Vivo

Futebol

Bis de Messi mantém Barcelona na corrida à Liga espanhola

Bis de Messi mantém Barcelona na corrida à Liga espanhola

O argentino Lionel Messi, com dois golos e uma assistência, permitiu este sábado ao campeão FC Barcelona vencer em casa a Real Sociedad por 3-2 e manter-se na corrida à Liga espanhola de futebol, à 32.ª jornada.

Messi inaugurou o marcador aos 17 minutos, com um grande remate de fora da área, 'bisou' aos 37, na recarga a um remate de Luis Suárez, e, aos 44, fez o passe para Paco Alcácer, substituto do castigado Neymar, apontar o terceiro dos locais.

Pelo meio, os bascos recolocaram-se duas vezes na corrida ao resultado, reduzindo para 2-1 e 3-2, graças a um autogolo do francês Samuel Umtiti, aos 42 minutos, e a um golo de Xabi Prieto já nos descontos da primeira parte, aos 45+1.

Com o 'bis' à Real Sociedad, Messi passou a somar 29 golos, reforçando a liderança dos melhores marcadores da prova (mais cinco do que o seu companheiro de equipa Luis Suárez) e da 'Bota de Ouro' (mais um do que o 'leão' Bas Dost).

Por seu lado, o FC Barcelona conta agora 72 pontos, contra 75 do líder Real Madrid, que continua com um jogo em atraso e hoje venceu por 3-2 no reduto do Sporting Gijón, graças a um grande atuação de Isco, que 'bisou' e apontou o tento da vitória, em cima do minuto 90.

Os 'merengues' estiveram a perder por duas vezes, face aos tentos do croata Duje Cop, aos 14 minutos, e de Mikel Vesga, aos 50, mas, dois tentos de Isco, o primeiro aos 17, e um de Álvaro Morata, aos 59, viraram o resultado.

Com o regressado Fábio Coentrão, até aos 57 minutos, e sem Pepe e Cristiano Ronaldo, mais a maioria dos titulares do triunfo por 2-1 no reduto do Bayern Munique para a 'Champions', o Real Madrid somou, assim, o 23.º triunfo, em 31 jogos.

Na terceira posição, com 65 pontos, provisoriamente mais quatro do que o Sevilha, segue o Atlético de Madrid, que, igualmente entre jogos da Liga dos Campeões (joga em Leicester com 1-0 de vantagem), venceu em casa o Osasuna por 3-0.

O belga Yannick-Ferreira Carrasco, aos 30 e 47 minutos, e o brasileiro Filipe Luis, aos 61, apontaram os tentos dos 'colchoneros', num jogo que marcou o regresso do internacional luso Tiago, que entrou aos 72, depois de falhar 26 jogos.

Na parte final, o 'onze' de Diego Simeone poderia ter chegado à goleada, mas Carrasco, primeiro, e Thomas Partey, logo a seguir, falharam penáltis.

No outro encontro hoje disputado, o Deportivo, com Luisinho os 90 minutos e Bruno Gama até aos 63, recebeu e bateu o Málaga, sem Duda, por 2-0, com dois tentos na segunda parte, de Joselu, aos 47, e Pedro Mosquera, aos 67.

O 'Depor' passou a contar 31 pontos, juntando-se, provisoriamente, ao Bétis no 15.º posto e afastando-se do Gijón (18.º, com 22) e dos lugares de despromoção, enquanto o Málaga manteve-se com 33, seguindo imediatamente acima do conjunto de Sevilha.