Futebol

Braga ataca Sporting e fala em "falta de educação e insulto"

Braga ataca Sporting e fala em "falta de educação e insulto"

Clube minhoto recorda meia-final da Taça da Liga, em Leiria, e também critica a decisão do Conselho de Disciplina em multar Carlos Carvalhal em 714 euros.

O Sporting Clube de Braga voltou a recordar a meia final da Taça da Liga, em Leiria, diante do Sporting (1-0), para tecer algumas críticas ao adversário, utilizando os termos "falta de educação" e "insulto" para caracterizar o comportamento dos leões, vencedores da prova.

"Não é compreensível nem aceitável é que não haja respeito pelo adversário, ao ponto das primeiras reações se focarem no insulto, no ataque e na falta de educação dirigida a jogadores, treinadores e dirigentes do SC Braga. Mas quando o 'exemplo' vem de cima, manifestado antes, durante e depois do jogo em plena tribuna presidencial... não se pode esperar muito mais do que isto", pode ler-se na newsletter do clube minhoto, publicada esta quarta-feira.

Os arsenalistas voltam a contestar o trabalho do árbitro e criticam a multa aplicada ao treinador Carlos Carvalhal, no valor de 714 euros, como sequência da expulsão do banco: "Do jogo da Taça da Liga, além de uma exibição paupérrima por parte da equipa de arbitragem, resultou uma multa ao mister Carlos Carvalhal. Segundo o relatório do árbitro, o nosso treinador 'respondeu à provocação do treinador' adversário. Portanto, além da disparatada expulsão por parte de Tiago Martins, o Conselho de Disciplina da FPF entendeu dar uma multa de valor quase equivalente a alguém que insulta e provoca o adversário e a alguém que reage de forma natural face ao calor do jogo. Para memória futura, a diferença entre a falta de educação e respeito de uns e a defesa da honra de outros está em cerca de 300 euros. Justiça é também coisa que no nosso futebol se encontra pelas ruas da amargura..."

Na sequência da troca de palavras, Rúben Amorim, técnico dos leões, foi multado em 1020 euros e também foi expulso do banco de suplentes na sequência do desentendimento com Carlos Carvalhal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG