Futebol

Braga volta a vencer no Dragão 15 anos depois

Braga volta a vencer no Dragão 15 anos depois

O Sporting de Braga venceu, esta sexta-feira, o F. C. Porto por 2-1, numa 17.ª jornada da Liga em que os dragões desperdiçaram duas grandes penalidades e não evitaram a eficácia dos minhotos.

Fransérgio, logo aos cinco minutos, inaugurou o marcador para os minhotos, e apesar do F. C. Porto ainda ter resgatado o empate, aos 58, por Soares, Paulinho frisou a eficiência dos bracarenses, assinado o segundo golo, aos 75, já depois de Alex Telles e Soares, terem desperdiçados dois penáltis, aos 44 e 56, respetivamente.

Com este triunfo no reduto 'azul e branco', algo que não acontecia há 15 anos, o Sporting de Braga passou a somar 27 pontos, conseguindo o terceiro triunfo em três jogos sob o comando de Rúben Amorim, seguindo no quinto lugar do campeonato.

Já o F. C. Porto, que não perdia no seu reduto, para o campeonato, desde março de 2019, mantêm-se no segundo lugar da I Liga, com 41 pontos, mas poderá ver a desvantagem para a liderança do Benfica aumentar para sete pontos, dependendo do que os 'encarnados' fizerem hoje no dérbi lisboeta com o Sporting.

As dificuldades para os 'dragões' começaram logo aos cinco minutos, quando no primeiro lance de perigo do desafio, os minhotos, numa recuperação de bola, se colocarem em vantagem, num remate de Fransérgio.

O tento até foi inicialmente invalidado pelo árbitro Carlos Xistra, por um eventual fora de jogo de Raul Silva, mas depois de ver as imagens do VAR, o juiz de Castelo Branco, acabou por dar o lance como legal.

Com a madrugadora desvantagem, o F. C. Porto teve de forçar o ritmo de jogo, e até conseguiu reagir ao inicial revés, instalando-se no meio campo adversário e ameaçando o empate em lances protagonizados por Manafá e Marcano, este com um cabeceamento à barra da baliza do guardião Matheus.

O guarda-redes brasileiro do Sporting de Braga voltou a sentir um calafrio já perto da meia hora, quando o companheiro Bruno Viana fez um atraso arriscado, com a bola a sair perto da baliza bracarense.

Apesar de insistência e do ritmo frenético colocado no jogo, o F. C. Porto fechou a primeira parte com queixas próprias, pois, aos 44 minutos, desperdiçou uma grande penalidade, quando na sequência de uma falta de Raul Silva sobre Corona, Alex Telles assumiu a responsabilidade de cobrar o castigo, mas permitiu que Matheus defendesse o remate com os pés.

No regresso do descanso, o F. C. Porto conseguiu repetir o embalo da etapa inicial, voltando a revelar-se mais ambicioso nas tarefas ofensivas, perante um Sporting de Braga que perdeu alguma coesão defensiva com a saída do central Raul Silva e a entrada do jovem David Carmo.

O estreante defesa acabou por claudicar aos 54 minutos, rasteirando na sua área Otávio, numa falta para grande penalidade, desta feita cobrada por Soares, mas também desperdiçada, com o remate a levar a bola ao poste esquerdo.

O avançado brasileiro dos 'azuis e brancos' acabaria por se 'redimir' do desperdício, aos 58 minutos, conseguindo o golo do empate, num desvio a um passe de Marega.

O Sporting de Braga não se intimidou com a reação do F. C. Porto, e passou a aventurar-se mais nas saídas para o contra-ataque, criando o seu primeiro lance de perigo na segunda parte numa arrancada de Paulinho a que Marchesin, guardião dos locais, se impôs com uma saída corajosa.

Só que, desse lance, resultaria um canto, em que Paulinho, desta feita, revelou-se letal, com um desvio de cabeça, que devolveu a vantagem aos bracarenses, aos 75 minutos.

Este segundo golo dos minhotos foi um golpe demasiado duro para os 'dragões' recuperarem, e, embora continuando a insistir, a equipa de Sérgio Conceição já não teve a força anímica, e sobretudo a lucidez, para minimizar os 'estragos', e o melhor que conseguiu foi um cabeceamento de Soares, aos 84 minutos, que Matheus segurou.

No final do encontro, o público do Dragão mostrou a insatisfação com a prestação da equipa 'azul e branca', com um forte coro de assobios na saída do conjunto portista do relvado.

Veja o resumo do jogo:

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG