Sporting

Bruno de Carvalho revela vídeos da AG e denuncia alegadas irregularidades

Bruno de Carvalho revela vídeos da AG e denuncia alegadas irregularidades

Apesar de ausente na assembleia-geral que decide o futuro do Sporting, Bruno de Carvalho tem publicado, no Facebook, imagens do interior da reunião, que decorre desde as 14.30 horas na Altice Arena, Lisboa.

Nos vídeos divulgados pelo presidente leonino, é possível ver os associados a vaiarem e protestarem contra a Mesa da Assembleia Geral (MAG), liderada por Jaime Marta Soares, que foi recebido à chegada entre assobios e aplausos, constatou o JN no local.

Claramente atento ao que se vai passando na polémica assembleia-geral deste sábado, em que os associados são chamados a deliberar sobre a destituição do Conselho Diretivo (CD), o dirigente do clube de Alvalade acusou ainda os opositores José Eduardo e Bruno Mascarenhas de estarem na zona restrita a funcionários e dirigentes, apesar de não terem nenhum cargo que justifique a sua presença no mesmo local.

E partilhou um suposto episódio denunciado nas redes sociais por um alegado associado do clube, que acusa um segurança de ter ficado com boletins de voto de seis sócios, a quem terá indicado para irem recolher novas folhas.

Bruno de Carvalho apontou ainda o dedo a Jaime Marta Soares, acusando-o de dar ordens à empresa encarregue de gravar a AG para parar o registo e de mentir em relação ao número de votos e ao notário que os confirmou.

A votação do ponto 2 da ordem de trabalhos da assembleia-geral, referente à destituição do mandato da direção, arrancou às 15.30 horas, uma hora depois do início da assembleia-geral.

Os sócios sportinguistas são chamados, este sábado, a responder à afirmação "Revogação coletiva, com justa causa do mandato dos membros do Conselho Diretivo", com "sim (significa a saída da Direção)", "não (significa a continuidade da Direção)" e "abstenção".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG