O Jogo ao Vivo

Sporting

Bruno de Carvalho avança com processo-crime contra Patrício e Podence

Bruno de Carvalho avança com processo-crime contra Patrício e Podence

Numa longa publicação no Facebook, o presidente do Sporting acusou Rui Patrício e Daniel Podence de "um crime gravíssimo de difamação e calúnia" e garantiu que vai apresentar uma queixa-crime contra os atletas que rescindiram contrato com o clube leonino.

"As rescisões já apresentadas apresentam um crime gravíssimo de difamação e calúnia que não vai ser deixada em claro, pelo que, para além das questões desportivas e de indemnização ao Clube, ainda terão a braços um processo-crime pelas acusações inacreditáveis que fizeram e que terão de provar em sede de processo cível", pode ler-se na publicação do presidente do Sporting, referindo-se a Rui Patrício e Daniel Podence que apresentaram uma carta de rescisão.

Bruno de Carvalho garantiu ainda que "não fará negociações até 15 de junho", afirmando estar farto de receber "ameaças de advogados e agentes".

"Farto de chantagens de alguns advogados e agentes. O Sporting CP, enquanto eu for Presidente, não vai negociar nenhuma renovação ou vendas - a não ser as já previstas - até 15 de Junho, por isso se querem chantagear com rescisões, rescindam já, pois nunca vos será dada razão e eu não cederei a chantagens. Se é para fazer, façam já, e em termos legais cá estaremos para defender a verdade e o Sporting Clube de Portugal. Se não é isso que querem mandem parar os vossos advogados e agentes".