Futebol

Bruno Fernandes e Soares: eles sabem como acender a luz do golo

Bruno Fernandes e Soares: eles sabem como acender a luz do golo

Bruno Fernandes e Soares são os goleadores de Sporting e F. C. Porto, respetivamente. Médio português tem mais três golos que o brasileiro. Diferentes mas iguais no momento da decisão.

Senhoras e senhores, eis os reis do golo. Se houvesse um desfile na entrada em campo, este bem que poderia ser o slogan para apresentar Bruno Fernandes e Soares, este domingo, no grande clássico de Alvalade. O internacional português e o brasileiro são os que marcam mais ao serviço do Sporting e F. C. Porto, respetivamente, e serão, seguramente, trunfos de Jorge Silas e Sérgio Conceição para o jogo de cartaz da 15.ª jornada.

Diferentes em quase tudo, os dois jogadores são iguais no vício do golo e seguem na presente temporada de pé quente. Bruno Fernandes leva 13 golos, ao passo que Soares soma 10 remates certeiros. Apesar de jogar numa posição mais recuada, o médio leva mais três golos do que o atacante, o que traduz bem a influência que tem na equipa leonina. Nada de surpreendente, na verdade, tendo em conta o rendimento de Bruno Fernandes desde que há três épocas ingressou em Alvalade, após ter evoluído em Itália com as camisolas da Sampdoria e Udinese.

Em três épocas de leão ao peito, Bruno Fernandes soma 132 jogos e 61 golos. Nestes números, reza a história, que nenhum foi apontado ao F. C. Porto em nove jogos com os dragões, mas, na última final da Taça de Portugal, o remate que desviou em Danilo e, na altura, fez o 1-1 foi mais que meio golo.

O capitão leonino goza ainda de uma vantagem de quatro golos sobre Luiz Phellype, o segundo melhor artilheiro dos leões, que leva nove golos em 2019/20. E o ex-Paços de Ferreira é um puro nove.

Autêntico caça-leões

O avançado portista Soares tem uma relação profícua com os leões. Basta lembrar que o avançado teve uma estreia de sonho pelo F. C. Porto precisamente frente ao Sporting, a 4 de fevereiro de 2017. Os dragões venceram (2-1) o clássico, no Dragão, e adivinhem lá quem foi o herói do jogo: Soares, pois claro, com um bis para a posteridade.

Em 2018, Soares voltou a decidir o clássico (1-0), na primeira mão de uma meia-final da Taça, e, na final do Jamor da época passada, picou novamente o ponto, mas, desta vez, viu o leão fazer a festa no fim, após o desempate por penáltis.

"Seguramente, são jogadores importantes. O Bruno já nos habituou ao que está a fazer e surge com facilidade em zonas de finalização. O Soares, a par do Zé Luís, é o que estará mais qualificado para fazer dupla com o Marega. É o que me parece com maior capacidade goleadora", analisa, ao JN, João Tomás, ex-avançado da seleção nacional, Benfica, Braga, Académica e Rio Ave, entre outros.

"O ponto menos positivo do Bruno são as picardias. Não sei se é algo que precise para se automotivar, mas considero que esse "shutdown" o prejudica. Ao Soares, apenas tem faltado uma sequência maior a jogar e a marcar", observa Tomás.

Nome: Bruno Miguel Borges Fernandes
Idade: 25 anos
Clube: Sporting
Posição: Médio
Percurso: Infesta, Pasteleira, Boavista, Novara, Udinese, Sampdoria e Sporting

Nome: Francisco das Chagas Soares dos Santos
Idade: 28 anos
Clube: F. C. Porto
Posição: Avançado
Percurso: Corinthians AL, Palmeiras, CSP, Pelotas, Nacional, V. Guimarães e F. C. Porto

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG