Portugueses lá fora

Bruno Lage, Rúben e Bernardo salvam fim de semana de desaires

Bruno Lage, Rúben e Bernardo salvam fim de semana de desaires

Das várias equipas nas principais ligas europeias de futebol que têm portugueses no plantel, o Wolves de Bruno Lage e o Manchester City capitaneado por Rúben Dias destacaram-se este fim de semana, naquela que não foi uma jornada positiva para os jogadores e treinadores lusos.

No jogo grande da jornada seis da Liga inglesa, o Manchester City visitou o Chelsea com Rúben Dias como capitão. O português esteve à altura da responsabilidade e fez uma exibição muito positiva, conseguindo controlar Romelu Lukaku, avançado goleador dos "blues". Bernardo Silva também foi titular e elogiado pelo técnico Pep Guardiola, que se referiu ao antigo jogador do Benfica como "um dos melhores do mundo", na conferência de imprensa pós-jogo. João Cancelo voltou a estar em destaque e assistiu o único golo da partida, pela autoria de Gabriel Jesus.

Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes não tiveram a mesma sorte e foram derrotados pelo Aston Villa, em casa por 1-0. Sem criar grandes oportunidades, o Manchester United viu Hause a marcar para o Aston Villa aos 88 minutos, mas os pés de Bruno Fernandes tiveram a hipótese de empatar a partida. Aos 93 minutos foi assinalada grande penalidade para os "red devils", e o médio português fez aquilo que raramente faz na marca de penálti: rematou para fora e o United perdeu pela primeira vez na Liga inglesa esta época.

O domingo em Espanha teve dois médios portugueses, que pertenciam a clubes rivais, a enfrentarem-se na jornada sete da La Liga. O Bétis de William Carvalho (ex-Sporting) recebeu e venceu (2-0) o Getafe de Florentino Luís (ex-Benfica) e segue numa sequência de duas vitórias, enquanto que o adversário ainda não pontuou nesta edição do campeonato. William realizou 10 desarmes na partida e estabeleceu um novo recorde esta época.

O Wolves voltou às vitórias com marca portuguesa e emoção à mistura. Bruno Lage colocou quatro lusos na equipa inicial para o embate em casa do Southampton, mas o herói foi uma figura improvável. O guarda-redes José Sá fez um grande passe para assistir Raúl Jiménez, que voltou aos golos depois da grave lesão que sofreu na cabeça na época passada. "Os lobos" somam agora seis pontos e encontram-se no 14º lugar da Premier League.

O Tottenham de Nuno Espírito Santo continua sem vencer no campeonato inglês e desta vez foi derrotado no dérbi de Londres pelo Arsenal. Os "gunners" estão numa série de três vitórias consecutivas e os destaques foram para Bukayo Saka e Smith Rowe, que marcaram e assistiram. Nuno Tavares cumpriu sete minutos, tendo entrado aos 88'.

PUB

Itália teve este domingo o dérbi da capital, com a Lazio a receber a AS Roma de José Mourinho e Rui Patrício. Num jogo emocionante e em que alguns problemas defensivos da Roma ficaram em evidência, a formação comandada por Maurizio Sarri conseguiu vencer por 3-2. Na segunda derrota em três jogos, os romanos continuam a descer na tabela classificativa e encontram-se de momento no quarto lugar com 12 pontos.

No sábado, houve jogo grande na Alemanha, com o Borussia Dortmund a deslocar-se ao terreno do Monchengladbach para tentar manter-se nos lugares cimeiros da Bundesliga. Raphael Guerreiro foi titular no Dortmund, que não contou com Haaland, afastado por lesão, mas a expulsão de Dahoud aos 40 minutos dificultou o trabalho. O golo de Zakaria foi decisivo e deu a vitória ao 'Gladbach.

O Valência de Gonçalo Guedes estava a ter um bom começo no campeonato espanhol, mas a sequência de jogos contra Real Madrid (derrota por 2-1), Sevilha (derrota por 3-1) e agora Athletic Bilbao (empate por 1-1), travou o ímpeto inicial. A formação comandada por Bordalás esteve a perder desde os 69 minutos, mas conseguiu empatar já em cima do período de compensação por Marcos André, que foi assistido por Gonçalo Guedes. O Valência encontra-se na oitava posição, a três pontos dos lugares de Liga dos Campeões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG