Futebol

Bruno Lage sobre os desacatos: "Temos de começar a prender esta malta"

Bruno Lage sobre os desacatos: "Temos de começar a prender esta malta"

No final do Académica - Benfica, Bruno Lage comentou os desacatos que obrigaram à interrupção do jogo. O treinador dos encarnados afirmou que os responsáveis "têm de ser presos" e apelou por "medidas drásticas".

"Falar do jogo é falar do minuto 30. Isto tem de acabar. Acho que foi um adepto para o hospital, mas ninguém foi preso. Temos de começar a prender esta malta, sejam eles pretos, vermelhos, azuis ou verdes. Têm de ser presos. Estas situações têm de evoluir de outra maneira. Hoje ficámos parados por isto. Já chega. Temos de tomar medidas drásticas. Eu, como adepto, não queria trazer o meu filho à bola", disse o treinador.

Sobre o jogo, que os encarnados venceram por 8-0, Bruno Lage considerou que a equipa fez uma boa exibição e recusou comparações.

"Tivemos uma transição defensiva próxima daquilo que quero e essa tem de ser a exigência dos nossos adeptos. Não vamos comparar ninguém com ninguém. Ninguém vai substituir o Jonas ou o João Félix. Lembrem-se daquilo que se apontava ao Gabriel e ao Seferovic. Deixem esta malta trabalhar. O mais importante é olharmos para o nosso jogo e crescer como equipa e essa tem de ser a nossa exigência"

O Benfica goleou (8-0) este sábado a Académica no segundo jogo de preparação da pré-época. O duelo, disputado em Coimbra, ficou marcado por desacatos nas bancadas.

Outros Artigos Recomendados