Exclusivo

Campeão entra a dormir e acaba a espalhar magia

Campeão entra a dormir e acaba a espalhar magia

Portugal dá a volta a desvantagem de dois golos e bate a Sérvia no arranque do Europeu 2022. Desacerto nos minutos iniciais compensado com segunda parte a roçar a perfeição.

Chegou a ameaçar ser uma entrada dececionante, mas no final - que em boa verdade é o que interessa -, acabou por se revelar um arranque digno de verdadeiros campeões. Esta quarta-feira, em Amesterdão, Portugal abriu alas para o Europeu 2022 e também para o grupo A (onde está inserido), ao vencer a Sérvia (2-4) com direito a reviravolta.

Quando se começa uma competição em que o estatuto de campeão nos pertence, por muito que se tente negar, a camisola acaba por pesar sempre mais. E no caso da seleção nacional - atual campeã da Europa e do Mundo - os minutos iniciais foram uma espécie de mini pesadelo. Primeiro porque começou praticamente a perder, depois de Prsic ter convertido da melhor forma, ainda no minuto inaugural, um penálti cometido de forma infantil por André Sousa. E depois porque a reação tardou tanto em chegar que seis minutos depois, o capitão da sérvia voltou a fazer o gosto ao pé, novamente num lance em a defesa lusa ficou mal na fotografia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG