Euro 2020

Fernando Santos: "Portugal agora é mais respeitado"

Fernando Santos: "Portugal agora é mais respeitado"

A cerca de 24 horas do segundo jogo no Euro 2020 de Portugal, desta feita frente à Alemanha, Rúben Dias e Fernando Santos fizeram a antevisão do encontro deste sábado a contar para a segunda jornada da fase de grupos.

Em conferência de imprensa, Rúben Dias explicou que será um jogo diferente em comparação com o da Hungria, visto que é um adversário mais exigente. O central do Manchester City disse que Portugal tem de identificar bem aquilo em que os alemães são mais fortes, mas o importante é focar naquilo que a Seleção Nacional pode fazer. "A Alemanha é dominadora, forte e cheia de qualidade. Veremos o que o jogo irá ditar, há muito foco no adversário mas mais foco em nós", revelou.

O defesa disse que o principal desejo da equipa é chegar ao final e sair com um sorriso. "Passo a passo, fazer o nosso caminho e não pensar demasiado no futuro". Dias afirmou que Portugal sabe bem o que a Alemanha é capaz, mas que a Seleção também tem as próprias armas. "É muito mais do que ambas equipas saberem a capacidade individual, mas sim a que lidará melhor com o coletivo".

Relativamente a ser um dos jogadores com mais minutos na Europa, o defesa explicou que isso serve-lhe como motivação: "Gosto de estar no limite e fazer o que ninguém fez. Representar o meu país com todos os minutos acumulados é uma motivação maior para mostrar a mim mesmo que estou bem e forte fisicamente", finalizou.

Fernando Santos referiu que Portugal vai ter de manter o que fez bem na maior parte do jogo contra a Hungria, mas que há sempre aspetos a melhorar. "Chegar ao 10 no ponto de vista exibicional nunca ninguém chega, mas estivemos muito bem. É preciso melhorar alguns aspetos visto que a Alemanha é um adversário diferente".

O selecionador nacional destacou a evolução que Portugal teve nos últimos anos, explicando que "antes era uma equipa forte mas havia equipas mais fortes. Portugal agora é mais respeitado e ninguém pensa que vai ser fácil ganhar a Portugal".

Relativamente à estratégia do adversário, Fernando Santos referiu que a Alemanha vai ter de se adaptar a Portugal e vice-versa. "Vamos ter de perceber o que a Alemanha faz e como podemos controlar isso para ganhar o jogo.

PUB

O selecionador nacional admitiu não ter medo da Alemanha e reforçou a ideia que o objetivo é ser mais forte em todos os momentos do jogo, encarar o encontro com confiança e ter bola. "Temos de ser capazes de dividir bola com eles, colocá-la no meio campo adversário e obrigá-los a jogar longe da nossa baliza".

Fernando Santos elogiou Cristiano Ronaldo, mas valorizou mais o aspeto coletivo: "A equipa tem de estar toda motivada, só o Ronaldo não chega. Portugal vale pelo seu coletivo, ter Ronaldo é muito bom e motivo de orgulho, mas sozinho não ganha jogos, o importante é motivar o coletivo".

O selecionador esclareceu que Nuno Mendes não está apto para jogar frente à Alemanha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG