Euro2020

Selecionador reviveu com Eriksen o pesadelo da morte de um jogador em campo

Selecionador reviveu com Eriksen o pesadelo da morte de um jogador em campo

O acontecimento com Christian Eriksen não foi o primeiro episódio deste género vivido em campo pelo selecionador dinamarquês Kasper Hjulmand. Em 2009, viu um jogador a ser atingido por um raio e a ficar em paragem cardiorrespiratória.

O futebolista dinamarquês Christian Eriksen esteve morto durante alguns minutos, até ter sido ressuscitado com um desfibrilhador, segundo informou o médico da equipa da Dinamarca. O jogador caiu inanimado durante o jogo entre a Finlândia e a Dinamarca, no sábado.

Para o selecionador dinamarquês, Kasper Hjulmand, esta foi a segunda vez que presenciou um episódio de "morte" de um jogador dentro de campo.

Enquanto era treinador adjunto no Nordsjaelland, da Dinamarca, o atual selecionador nacional viu Jonathan Richter a ser atingido por um raio durante um jogo amigável, em 2009.

O jogador, então com 24 anos, sofreu uma paragem cardíaca e esteve tecnicamente morto durante 41 minutos, até ter sido reanimado.

Jonathan Richter esteve em coma durante várias semanas, até que lhe foi amputada a perna esquerda, de forma a melhorar o seu estado de saúde.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG