Itália

Cristiano Ronaldo passa a ser um enigma na Juventus

Cristiano Ronaldo passa a ser um enigma na Juventus

Internacional português representou um investimento de 240 milhões de euros líquidos para o clube italiano. A dúvida persiste: vai cumprir o contrato até ao fim?

A eliminação da Juventus pelo F. C. Porto na Liga dos Campeões faz disparar as especulações sobre aquilo que vai ser o clube italiano na próxima época. Todo este cenário coloca Cristiano Ronaldo no centro de um conjunto de dúvidas e a "Gazzetta dello Sport", um dos mais conceituados jornais desportivos italianos, faz uma manchete dizendo que Ronaldo passou "de rei a enigma". Ou seja, não está completamente garantida a continuidade do internacional português. A publicação alimenta a dúvida, mas depois dá a entender que o jogador poderá mesmo ficar em Turim na próxima época, precisamente por estar preso a um contrato milionário.

"Cristiano, que tem contrato até 2022, foi um investimento de 240 milhões de euros líquidos. Trouxe benefícios comerciais inegáveis ​​(fala-se de um efeito de cerca de 100 milhões de euros nas receitas do clube), mas também afetou o resto do mercado e a situação tornou-se ainda mais complexa numa época de covid", adianta a Gazzetta dello Sport.

O jornal cita Fabio Paratici, director da Juventus, com uma frase bem esclarecedora: "A renovação não está em cima da mesa". Cristiano Ronaldo tem um mais um ano de contrato e, ao que parece, irá cumpri-lo até ao fim. "No entanto, é difícil imaginar uma despedida precoce, até porque, neste momento, não parece haver clubes dispostos a pagar-lhe tal salário. Portanto, salvo voltas e reviravoltas, CR7 e a Velha Senhora permanecerão unidos até ao fim".

As especulações à volta da continuidade de Ronaldo têm como base um projeto de renovação da equipa que estará em cima da mesa dos dirigentes e também porque o internacional português foi muito criticado após o jogo que permitiu ao F. C. Porto passar aos quartos de final da Liga dos Campeões. Um dos episódios que fez estalar o verniz foi precisamente a forma como se colocou de lado e saltou na barreira, permitindo que a bola batida por Sérgio Oliveira, num livre, entrasse diretamente na baliza, uma ação muito criticada por Fabio Capello, um dos mais conceituados treinadores italianos.

Mas se avaliarmos os números, a prestação de Ronaldo ao serviço da Juventus não é assim tão má como isso. CR7 soma 27 golos esta época em 32 jogos e está muito perto de bater o desempenho alcançado na temporada de estreia no futebol italiano, em 2018/19, quando fez 28 golos em 43 encontros. Na época passada, assinou um registo de 37 remates certeiros em 46 jogos. Aos 36 anos, Ronaldo resiste à erosão do tempo. Mas ainda não vai ser desta que ganhará a Liga dos Campeões. Nem ele nem o rival Messi, porque também o poderoso Barcelona disse adeus à prova milionária. Para o ano há mais. Seguramente.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG