Polémica

Jeep faz campanha com jogadores da Juventus mas sem Cristiano Ronaldo

Jeep faz campanha com jogadores da Juventus mas sem Cristiano Ronaldo

Depois de as empresas Nike e EA Sports se terem pronunciado a propósito do caso de violação em que Cristiano Ronaldo está envolvido, manifestando preocupação com o caso, a Jeep, patrocinadora da Juventus, realizou uma campanha publicitária com jogadores do clube, em que o português não aparece.

Manchada por uma acusação que a justiça norte-americana está a investigar, aquela que é a cara da Juve desde julho não marca presença uma sessão fotográfica da Jeep, que contou com alguns jogadores do plantel da "Vecchia Signora".

Nas fotografias, divulgadas esta sexta-feira pela marca de automóveis, vários jogadores da Juventus, como Quadrado, Chiellini, Dybala e João Cancelo, surgem de fato e equipamento ao pé de um carro da marca. E sem sinal de Ronaldo, o principal ativo do clube, cujas ações afundaram quase 10%, numa altura em que se agudiza o mal-estar em torno do craque português.

A polícia de Las Vegas anunciou, na segunda-feira passada, que abriu uma investigação às acusações feitas pela norte-americana Kathryn Mayorga, de 34 anos, que alega que Ronaldo a forçou a práticas sexuais, em junho de 2009, num quarto de hotel. O jogador negou "vigorosamente" estas acusações, dizendo que a violação é "um crime abominável", mas os seus principais patrocinadores começaram a fazer-se ouvir: a Nike disse estar "profundamente preocupada" e a EA Sports (editora de videojogos como o FIFA) falou de uma situação "preocupante" e até apagou uma fotografia do jogador do site oficial.