Fortuna

Juntos, Messi e Ronaldo faturam 243 milhões de euros em 2018/19

Juntos, Messi e Ronaldo faturam 243 milhões de euros em 2018/19

O argentino Lionel Messi lidera a lista dos futebolistas com mais ganhos anuais, publicada pela revista France Football e calculada com base nos salários e ganhos publicitários. Cristiano Ronaldo fica, neste capítulo, em segundo lugar

Desde 2010, Lionel Messi liderou a lista em oito ocasiões, tendo apenas sido superado pelo inglês David Beckham, em 2013, e Cristiano Ronaldo, em 2017.

Na temporada 2018/19, o jogador do Barcelona embolsou 130 milhões de euros (ME), superando os 113 milhões de Cristiano Ronaldo e 91,5 milhões do brasileiro Neymar, segundo e terceiro da lista, respetivamente.

O francês Antoine Griezmann (44 ME), o galês Gareth Bale (40,2 ME) e o espanhol Andrés Iniesta (33 ME) ocupam os quarto, quinto e sexto lugares da tabela.

Messi recebeu mais quatro milhões do que na temporada 2017/2018, tendo embolsado 86,9 ME em salários, valor no qual se inclui o valor da renovação com os catalães até 2021, 5,1 milhões em prémios e 38 ME em contratos publicitários.

Cristiano Ronaldo, que em julho de 2018 se transferiu para a Juventus, recebeu 57,5 ME em salários, 1,5 milhões em prémios e 54 milhões em publicidade.

No que concerne a treinadores, Diego Simeone é quem mais lucros tem na presente temporada, num total de 41 milhões de euros. José Mourinho, que deixou o Manchester United a meio da caminhada, encaixa 31ME. Thierry Henry, ex-Mónaco, aparece no terceiro posto, com 25,5ME e o top5 fica completo com Pep Guardiola (24ME no Manchester City) e Ernesto Valverde (23ME no Barcelona).

Nestas contas da France Football também entra o futebol feminino, sendo o Lyon quem paga melhores ordenados às jogadores, embora valores bem abaixo dos que são desembolsados com os homens. Confira a lista:

Ada Heberberg (Lyon): 400 mil euros

Amandine Henry (Lyon): 360 mil euros

Wendie Renard (Lyon): 348 mil euros

Carli Lloyd (Sky Blue FC): 345 mil euros

Marta (Orlando Pride): 340 mil euros

Imobusiness