Futebol

Quaresma e Ronaldo competem pelo prémio de golo do ano da FIFA

Quaresma e Ronaldo competem pelo prémio de golo do ano da FIFA

A "trivela" de Ricardo Quaresma no mundial da Rússia e a "bicicleta" de Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid nos quartos de final da Liga dos Campeões são candidatos a melhor golo do ano pela FIFA.

O golo de Quaresma, frente ao Irão, na terceira jornada do grupo B, e o de Ronaldo, frente à Juventus e eleito recentemente pelos utilizadores do sítio da UEFA na Internet o melhor da época, estão entre os 10 finalistas do prémio Puskás.

O internacional português Cristiano Ronaldo integra ainda a lista de três finalistas para o prémio "The Best", através do qual a FIFA distingue o melhor futebolista da época 2017/2018 e que o avançado já conquistou cinco vezes.

Além do único português na lista, eleito melhor jogador do mundo em 2008, 2013, 2015, 2016 e 2017, destaca-se a ausência do internacional argentino Lionel Messi, distinguido também por cinco vezes (2009, 2010, 2011, 2012 e 2014).

O jogador português, que, aos 33 anos, se transferiu este mês do Real Madrid para a Juventus, por 100 milhões de euros, conquistou na época passada a Liga dos Campeões, a Supertaça Europeia, o Mundial de clubes e a Supertaça de Espanha, tendo marcado 44 golos em 44 jogos pelo clube espanhol.

Integram também a lista o médio croata Luka Modric (Real Madrid), designado melhor jogador do Campeonato do Mundo, depois de ter ajudado a Croácia a atingir a final, e o avançado egípcio Mohamed Salah (Liverpool).

Os três finalistas para o prémio de melhor treinador da época são Zlatko Dalic (Croácia), Didier Deschamps (França), e Zinédine Zidane (Real Madrid).

A cerimónia de entrega, que inclui galardões para melhor jogadora feminina, melhor selecionador de equipas femininas e prémio dos melhores adeptos, está marcada para 24 de setembro, em Londres.

Lista dos candidatos aos prémios "The Best":

- Melhor futebolista masculino:

Cristiano Ronaldo (Portugal/Real Madrid).

Luka Módric (Croácia/Real Madrid)

Mohamed Salah (Egipto/Liverpool)

- Melhor futebolista feminina:

Dzsenifer Marozsán (Alemanha/Lyon).

Ada Hegerberg (Noruega/Lyon).

Marta (Brasil/Orlando Pride).

- Melhor treinador de masculinos:

Zlatko Dalic (Croácia/Seleção croata).

Didier Deschamps (França/Seleção francesa).

Zinédine Zidane (França/Real Madrid).

- Melhor treinador de femininos:

Reynald Pedros (França/Olympique Lyonnais).

Asako Takakura (Japão/Seleção japonesa).

Sarina Wiegman (Holanda/Seleção holandesa).

- Melhor guarda-redes:

Thibaut Courtois (Bélgica/Chelsea).

Hugo Lloris (França/Tottenham).

Kasper Schmeichel (Dinamarca/Leicester)

ver mais vídeos