Acusação

Real Madrid desmente pressão a Ronaldo e processa Correio da Manhã

Real Madrid desmente pressão a Ronaldo e processa Correio da Manhã

O Real Madrid desmentiu, esta quinta-feira, que tenha pressionado Cristiano Ronaldo a assinar um acordo com a norte-americana que o acusa de violação.

Em comunicado, o clube espanhol diz ter iniciado "ações legais" contra o jornal português "Correio da Manhã", que, na quarta-feira, "publicou uma informação rotundamente falsa que tenta prejudicar gravemente" a imagem do clube.

"O Real Madrid não tinha conhecimento algum do facto a que se refere o diário relativo ao jogador Cristiano Ronaldo e, portanto, não podia exercer nenhuma ação sobre algo que desconhecia absolutamente", escreve o clube, garantindo que já exigiu uma retificação.

Recorde-se que, na quarta-feira, o advogado norte-americano de Cristiano Ronaldo, Peter S. Christiansen, confirmou que o atleta chegou a acordo com Kathryn Mayorga nos meses seguintes à noite da alegada violação, mas assinalou que tal não se tratou de uma admissão de culpa.

"Cristiano Ronaldo não nega que aceitou celebrar um acordo, mas as razões que o levaram a fazê-lo estão, no mínimo, a ser distorcidas", escreveu em comunicado, garantindo que tudo o que se passou em Las Vegas foi consensual.

ver mais vídeos