Futebol

Ronaldo lembra: "O Cristiano não é eterno..."

Ronaldo lembra: "O Cristiano não é eterno..."

No final do encontro com a Holanda, o capitão da seleção nacional considerou a vitória "justa" e elogiou a prestação da equipa. Garantiu ainda que vai continuar a representar a seleção nacional durante muitos anos.

Cristiano Ronaldo jogou este domingo a terceira final pela seleção nacional e voltou a erguer um troféu depois do Euro 2016. Após mais uma conquista, o craque português destacou o trabalho feito nos últimos anos.

"São circunstâncias da vida, neste caso das seleções. São ciclos diferentes, treinadores diferentes, jogadores diferentes. Graças a Deus as coisas têm saído bem e Portugal tem ganho coisas importantes. Parece um trabalho fácil, mas não foi. Foi um trabalho árduo, de dedicação, crença. Estes jogadores estão todos de parabéns. E quero aproveitar para agradecer o apoio dos adeptos, porque foram cruciais. Sentimos a energia deles e a equipa jogou bem por isso", começou por dizer à RTP, apontando o dedo a algum "pessimismo" português.

"As coisas mudam, os ciclos mudam. Sentimos muito as adversidades. Por exemplo os comentadores... Por acaso vi ontem os comentadores pessimistas, a não acreditar em nós... A dizer que não jogamos bem, que somos desorganizados. Não me interfere, mas faz-me confusão ver portugueses a parecer que querem ver a derrota da Seleção. Mas quando pensam assim, ficamos com mais energia. Hoje mostramos que somos uma excelente equipa e os que dizem que não o éramos, agora vão dizer que somos e que fomos justos vencedores", acrescentou, prometendo continuar na seleção muitos anos.

"Foram jogos difíceis mas a equipa bateu-se bem, defendeu bem, atacou bem e ganhou. Esta seleção tem muito potencial e tenho a certeza que vai continuar a ganhar títulos importantes. Sinto-me motivado mas o Cristiano não é eterno, haverá um dia que não poderei vir mais à seleção. Mas só daqui a muitos, muitos anos. Não vivo obcecado pelos troféus, as coisas surgem naturalmente. Não acho que haja uma época em que jogue mal, os números não enganam", disse o craque já na zona mista.