Futebol

Melhor época da carreira deixa Benzema a sonhar com a Bola de Ouro

Melhor época da carreira deixa Benzema a sonhar com a Bola de Ouro

Começam a faltar palavras para descrever a atual temporada do avançado francês. Bem lançado na corrida pela Bola de Ouro, terá na final da Liga dos Campeões um confronto direto com outro candidato ao prémio, Mo Salah.

"Quem mais pode ganhar a bola de ouro"? A pergunta, mais retórica do que propriamente inquisitiva, foi feita por Rio Ferdinand e tem Karim Benzema como alvo, depois de mais uma noite de glória do francês na Liga dos Campeões, com direito a recorde pessoal e a uma vaga na final de uma prova que já conquistou por quatro vezes com a camisola do Real Madrid.

Quando, já no prolongamento, converteu a grande penalidade que completou a reviravolta dos "merengues" frente ao Manchester City, Benzema não só deixou o Santiago Bernabéu em êxtase, como ele próprio igualou duas marcas simbólicas.

O avançado francês chegou aos dez golos numa fase a eliminar da Liga dos Campeões, igualando Cristiano Ronaldo numa estatística liderada por Ferenc Puskás com 12 golos, e apanhou Robert Lewandowski no último lugar do pódio dos maiores goleadores de sempre da competição, ambos com 86 golos. Acima deles só os "extraterrestres" CR7, com 140, e Lionel Messi, com 125.

Aos 34 anos, Benzema vive a melhor temporada da carreira. Leva 43 golos em 43 jogos pelo Real Madrid, um novo máximo pessoal, é o melhor marcador da atual edição da Liga dos Campeões, com 15 golos, e lidera uma equipa que já conquistou a Liga espanhola, esta temporada.

Com o golo de ontem, ficou a um de distância do icónico Raul Gonzalez (323 golos) como segundo maior artilheiro da história dos "merengues", com 322 golos, numa lista liderada pelo incontornável Cristiano Ronaldo, com um impressionante total de 451 golos.

Na fase a eliminar da atual edição da Champions, o internacional francês já tinha salvado o Real frente ao PSG, nos oitavos de final, com um hat-trick em apenas 17 minutos, que anulou uma desvantagem de dois golos na eliminatória. Nos "quartos", repetiu a dose frente ao Chelsea, e na primeira mão das meias-finais bisou na casa do Manchester City.

PUB

Os números falam por si e o "lobby" para fazer de Benzema o melhor do mundo este ano cresce de dia para dia. Rio Ferdinand, defesa central que jogou pela seleção inglesa por 81 vezes, tem sido uma das vozes mais ativas neste campo, e até o antigo internacional brasileiro e jogador do Real Madrid, Ronaldo, já o defendeu publicamente.

A final da Liga dos Campeões pode esclarecer as dúvidas que possam restar quanto a este ponto. O Real Madrid, de Benzema, vai defrontar o Liverpool, de Mo Salah, outro dos grandes favoritos à conquista da Bola de Ouro. Robert Lewandowski, que este ano leva 49 golos em 44 partidas, é outro nome a ter em conta, mas o peso da Champions costuma ser decisivo nestas contas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG