Juventus

O melhor arranque de ano de sempre de Cristiano Ronaldo

O melhor arranque de ano de sempre de Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo está a realizar o melhor arranque de um ano civil de sempre. O craque português já leva 10 golos em 6 jogos em 2020, e está num grande momento de forma, a dois dias de cumprir 35 anos.

O começo perfeito

Cristiano Ronaldo começou 2020 em grande: são 10 golos marcados em apenas 6 jogos, o melhor arranque de um ano civil de sempre para o astro português. No primeiro jogo do novo ano frente ao Cagliari, Ronaldo fez logo um "hat-trick" na vitória por 4-0.

Desde aí, seguiram-se dois golos à Roma de Paulo Fonseca (em dois jogos distintos), dois golos ao Parma, um ao Nápoles e dois à Fiorentina. Para além da quantidade de golos, é de realçar a consistência de Cristiano. De todos os sete jogos da Juventus em 2020, não jogou apenas contra a Udinese por lesão. Isto significa que marcou consecutivamente em todos os jogos que jogou.

Para concluir que este é o melhor arranque de sempre do português, vejamos as últimas temporadas, até ao dia 2 de fevereiro de cada ano (data do seu último jogo). Desde 2016/2017, que marca quatro golos neste período. De 2013/2014 até 2015/2016 marcou no máximo cinco golos. Mas em 2012/2013, no Real Madrid, Cristiano também marcou 10 golos, mas não da mesma forma desta temporada.

Ronaldo jogou 8 jogos no mesmo período em análise, mais dois em comparação à presente temporada. Não marcou da forma consecutiva como fez este ano: bisou logo no primeiro encontro; fez um "hat-trick" no segundo jogo; marcou dois golos no quarto jogo e três no sexto. Resumidamente, jogou mais jogos e não marcou de forma consecutiva como nesta temporada. Nas épocas anteriores a esta, nunca superou os oito golos marcados (2007/2008 no Manchester United).

A boa forma de Cristiano Ronaldo também ajudou a Juventus a obter melhores resultados. São cinco vitórias nos seis jogos que Cristiano jogou, e a Juventus está isolada no primeiro lugar da Liga Italiana, com mais três pontos que o segundo classificado Inter de Milão, e mais cinco que o terceiro Lazio.

Contexto tático

O sistema que o treinador Maurizio Sarri implementou parece estar a favorecer o estilo de jogo de Ronaldo. A chegar aos 35 anos, tornou-se mais um jogador de área com uma constante procura do golo, do que aquele extremo vertiginoso que já foi.

A Juventus tem jogado de duas formas distintas: pode atuar com uma formação de três avançados, em que Cristiano parte da esquerda mas procura sempre o centro da área para finalizar. Aqui beneficia de um avançado trabalhador que é Higuaín, e de criativos como Dybala ou Douglas Costa, que podem fabricar jogadas para Cristiano finalizar.

O outro sistema pode ser com Ronaldo e Higuaín numa dupla de avançados, com os criativos Dybala ou Ramsey atrás deles, e com Pjanic a construir a partir de posições mais recuadas.

Para além da importância do campeonato e, obviamente, da Liga dos Campeões, não podemos esquecer que estamos em ano de Campeonato da Europa. O aumento de rendimento de Cristiano no inicio deste ano civil vai de encontro ao seu objetivo para o Euro: revalidar o título por Portugal. É possível que Ronaldo tenha controlado o seu inicio de época para fazer uma melhor gestão física para essa competição.

Juventus agradece a boa forma de Ronaldo

A Juventus vai ter uma série de jogos muito importantes para alcançar os vários objetivos para esta temporada. Dia 13 vai até ao terreno do AC Milan de Rafael Leão e Ibrahimovic, naquele que é sempre um jogo grande da Serie A; dia 26 tem a primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões frente ao Lyon, e será importante garantir uma vitória fora de casa antes de receber os franceses; por fim, dia 4 de março enfrenta novamente o AC Milan nas meias-finais da Taça de Itália.

Com esta sequência de jogos importantes, será crucial para a Juventus que Cristiano Ronaldo mantenha a forma atual, para dar o melhor contributo possível à equipa com os seus golos.

Outras Notícias