EUA

Polícia vai investigar queixa de violação contra Cristiano Ronaldo

Polícia vai investigar queixa de violação contra Cristiano Ronaldo

As autoridades de Las Vegas, no Estado norte-americano do Colorado, vão reabrir a investigação relacionada com a acusação de violação de que é alvo Cristiano Ronaldo. A queixa foi apresentada por Kathryn Mayorga.

A norte-americana de 34 anos apresentou, na semana passada, um processo contra o jogador português num tribunal do condado de Clarck, onde fica situada a cidade de Las Vegas.

O caso remonta a 2009, num quarto de hotel em Las Vegas. Em declarações à revista alemã "Der Spiegel", a mulher disse que Cristiano Ronaldo obrigou-a a praticar sexo anal. A história foi revelada no ano passado, baseando-se em documentos cedidos pela plataforma digital "Football Leaks", mas foi retomada na passada sexta-feira com as primeiras declarações públicas de Kathryn à revista alemã.

De acordo com a agência Reuters, o processo relacionado com este caso foi reaberto. Apesar das autoridades de Las Vegas nunca referirem o nome de Cristiano Ronaldo, a agência de notícias garante que o número do processo é o mesmo da queixa de 2009. A Reuters explica também que a mulher procura denunciar um acordo de confidencialidade que levou o português a pagar mais de 300 mil euros para que a relação não fosse tornada pública. Mayorga refere que foi coagida e os advogados da norte-americana dizem que o acordo não tem valor legal.

Em comunicado, os advogados de Cristiano Ronaldo declararam que a informação é "flagrantemente ilegal" e que "viola os direitos pessoais" do futebolista português de uma "forma excecionalmente séria". "Esta é uma divulgação não válida de suspeitas na área da privacidade", lê-se.

Vai ser pedida uma "indemnização por danos morais num valor correspondente à gravidade da infração, que é, provavelmente, uma das mais sérias violações de direitos pessoais nos últimos anos".

Cristiano Ronaldo negou, entretanto, as acusações, dizendo que o sexo foi consensual, de acordo com a revista alemã. Ainda num vídeo publicado no Instagram, que já não está disponível, o jogador da Juventus disse estar perante notícias falsas.

Outros Artigos Recomendados