Inglaterra

CR7 já deu 14 pontos ao United mas continuidade é incerta

CR7 já deu 14 pontos ao United mas continuidade é incerta

Avançado português é o segundo melhor marcador da Premier League, apenas atrás de Salah. Em Manchester, há dúvidas sobre se estará disposto a jogar na Liga Europa na próxima época

No sexto lugar da liga inglesa, com 55 pontos e mais dois jogos disputados do que o Arsenal, atual quarto classificado com 60 pontos, o Manchester United está praticamente afastado da próxima edição da Champions, mas não é por Cristiano Ronaldo que os "red devils" vão falhar o objetivo mínimo desta temporada.

Autor de 17 golos na competição, CR7 subiu ao segundo lugar da lista de marcadores, graças ao remate certeiro no jogo de quinta-feira com o Chelsea, igualando o sul-coreano Son (Tottenham), e está apenas atrás do egípcio Salah (Liverpool), que tem 22. Desses 17 golos, 11 foram decisivos para dar pontos ao United.

Contas feitas, Ronaldo já garantiu 14 pontos à equipa de Old Trafford, nos jogos em casa com o Arsenal (dois golos na vitória por 3-2), Tottenham (três golos na vitória por 3-2), Norwich (três golos na vitória por 3-2) e Chelsea (um golo no empate 1-1), e nas partidas fora com o West Ham (um golo na vitória por 2-1) e Norwich (um golo na vitória por 1-0).

Mesmo que não se equiparem aos registos de épocas anteriores, tanto no United, como no Real Madrid ou na Juventus, os números de 2021/22 do internacional português já são bem positivos, mas isso não quer dizer que a continuidade em Old Trafford na próxima época seja um dado adquirido e a imprensa inglesa já começou a especular sobre o assunto.

Com a contratação do treinador Ten Haag assegurada, Cristiano Ronaldo é uma das incógnitas do plantel do United para 2022/23, até pelo facto de não se saber se estará interessado em jogar a Liga Europa. Recorde-se que desde a saída do Sporting, em 2003, o avançado esteve sempre em equipas que disputaram a Champions.

PUB

Conversa com Ten Haag

Aos 37 anos e sob contrato até 2023, Ronaldo deverá esclarecer todas as dúvidas no final desta época, numa altura em que há vários jogadores com a porta bem aberta em Manchester: Pogba, Juan Mata, Lingard, Cavani e Lee Grant terminam o vínculo em junho e devem dar um novo rumo às carreiras; Matic já anunciou a saída; Phil Jones, Alex Telles e Rashford têm sido apontados a outras paragens.

Ten Haag ainda não se pronunciou sobre o tema CR7, enquanto Ralf Rangnick, treinador que assumiu o cargo de forma interina até ao final da temporada, deixou tudo em aberto: "Isso é algo que terá de ser discutido entre mim, Erik [Ten Haag] e a administração. Cristiano tem mais um ano de contrato. Também é importante perceber o que ele quer fazer e se quer ficar".

Há algumas semanas, Ronaldo chegou a afirmar que era "inadmissível" para um clube como o Manchester United não estar a lutar por um dos três primeiros lugares da Premier League, lamentando ainda o facto de a equipa de Old Trafford ter deixado desde muito cedo de ter hipóteses de conquistar qualquer troféu em 2021/22.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG