Futsal

Cardinal de regresso aos convocados de Jorge Braz para revalidação do troféu

Cardinal de regresso aos convocados de Jorge Braz para revalidação do troféu

O regresso de Cardinal à convocatória da Seleção Nacional é a principal novidade nos eleitos de Jorge Braz para o Campeonato da Europa que se realiza nos Países Baixos, no próximo ano. O selecionador nacional defende que Portugal "é claro candidato mas há vários favoritos".

Otimismo e esperança são dois termos que descrevem a forma como Jorge Braz olha para o próximo Campeonato da Europa, que se realiza nos Países Baixos entre 19 de janeiro e 6 de fevereiro, sendo que o treinador acredita que Portugal "só depende de si" para conseguir os objetivos. "Toda a gente viu as dificuldades que tivemos no Mundial. Temos é de olhar para nós e esquecer quem está de fora. Se formos competentes ao nível interno acredito que vamos conseguir escalar a montanha, passo a passo e revalidar o título".

O regresso de Cardinal é uma das maiores novidades, ele que falhou o último Mundial por lesão, mas Jorge Braz não esqueceu quem esteve muito perto de integrar a convocatória, mas não chegou a fazer parte da lista de 14 jogadores. "Quero deixar uma palavra de apreço aos que não estão convocados. Há muita gente com enorme valor humano e isso é algo importante para mim. Deixei campeões do Mundo de fora [como Vítor Hugo, Bebé ou Miguel Ângelo] e todos eles me davam totais garantias se cá estivessem", afirmou Braz.

A abundância de opções é algo que deixa o selecionador esperançoso para o futuro, mas com olhos no presente. "Foi das convocatórias mais difíceis que tive de fazer, mas o futsal português agradece. Até para chegar à lista de 25 jogadores selecionáveis foi complicado. Mas nós não estamos preocupados com o futuro, mas sim com o presente".

A presença de elementos como Cardinal foi um dos temas abordados, mas também a ausência de Ricardinho, na primeira prova desde que se retirou da Seleção Nacional, foi tema de conversa. "O Cardinal encara esta convocatória como se fosse a primeira e é assim que todos devíamos fazer. O Ricardinho não vai cá estar mas, nos últimos torneios, até se deu destaque a outros jogadores. O Ricardinho tinha uma grande capacidade de agregar a equipa mas, sem ele, temos de jogar à Portugal. Jogar à Portugal é razão, emoção mas também e muito jogo coletivo e é disso que vamos depender", assinalou.

14 eleitos de Jorge Braz para o Europeu 2022:

PUB

Edu - Viña Valdepeñas (Espanha)

André Sousa - Benfica

André Coelho - Barcelona

João Matos - Sporting

Tomás Paçó - Sporting

Afonso Jesus - Benfica

Pany Varela - Sporting

Bruno Coelho - Nápoles (Itália)

Pauleta - Sporting

Tiago Brito - Braga

Fábio Cecílio - Braga

Erick - Sporting

Zicky Té - Sporting

Cardinal - Sporting

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG