Futebol

Carlos Carvalhal admite abordagens de outros clubes para sair do Rio Ave

Carlos Carvalhal admite abordagens de outros clubes para sair do Rio Ave

O treinador Carlos Carvalhal confirmou, esta quinta-feira, a existência de sondagens de outros clubes para o contratar, mas disse ter redirecionado as conversações para o presidente do Rio Ave, da Liga portuguesa de futebol.

Com contrato até ao final da temporada, Carvalhal tem sido, nos últimos dias, associado ao interesse do Bragantino, clube que vai disputar este ano a 'Série A' do Brasil, mas vincou que esse dossier não é da responsabilidade pessoal.

"Desde que vim para o Rio Ave fui várias vezes abordado, mas sempre respondi que tenho contrato com este clube e que qualquer situação tem de passar pelo presidente António Silva Campos. Tudo o que me apareceu encaminhei para ele", afirmou o técnico.

Carlos Carvalhal assumiu abordagens "de clubes do Brasil, Inglaterra, Arábia Saudita, Estados Unidos da América e México", mas mostrou "respeito" pelo vínculo assinado pelo Rio Ave, garantindo que não é a vertente financeira a orientar a carreira que tem feito.

"O que poderá, ou não, acontecer transcende-me. Se fosse pelo dinheiro, estaria noutro sítio qualquer. Não sou rico, mas tenho independência financeira para poder escolher onde quero trabalhar", vincou Carlos Carvalhal.

O treinador abordou este assunto à margem da conferência de antevisão do jogo de sexta-feira com o Santa Clara, nos Açores, antecipando um duelo "contra uma equipa difícil, bem orientada, e num campo onde os adversários sentem sempre dificuldades".

"A nossa equipa reagiu bem ao último infortúnio, na derrota com o Marítimo, e se conseguir repetir o que fez na primeira parte desse jogo, e melhorar a eficácia, creio que estaremos preparados para um bom jogo, com duas equipas a quererem ganhar", disse Carlos Carvalhal.

O treinador não considerou que as notícias que dão conta da saída do próprio do Rio Ave estejam a deixar o grupo de trabalho fragilizado, lembrando que a equipa "está a dois pontos do quinto lugar, e olha sempre para cima na classificação".

"Os jogadores sabem que adoro estar no clube e com eles. Não há razão para não haver um empenhamento total. No dia a dia, vejo uma equipa a trabalhar bem, não tenho nada que possa dizer o contrário", vincou o técnico da formação da foz Ave.

Com o médio Filipe Augusto de regresso às opções, o técnico, que não divulgou a lista de convocados, não poderá contar com os lesionados Ronan, Jambor e Nadjack.

O Rio Ave, sétimo classificado, com 19 pontos, joga sábado nos Açores, frente ao Santa Clara, 14.º, com 17.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG