O Jogo ao Vivo

Futebol

Carlos Carvalhal deixa o comando do Sporting de Braga

Carlos Carvalhal deixa o comando do Sporting de Braga

Saída do técnico foi confirmada pelo clube bracarense, num comunicado em que ficou explícita a vontade de Carlos Carvalhal em abraçar um novo desafio.

Numa nota publicada no seu sítio oficial, a SAD arsenalista refere que "o treinador comunicou que pretende encerrar o ciclo no S. C. Braga e abraçar novos projetos desportivos", pese embora a vontade manifestada pelo clube em continuar a contar com o técnico, que termina contrato este ano.

A conquista da Taça de Portugal, na época passada, em ano de centenário do clube, foi o ponto alto da segunda passagem de Carlos Carvalhal pelo banco bracarense.

PUB

Esta época, marcada por uma forte aposta em jovens formados no clube, a equipa principal alcançou o quarto lugar na Liga e chegou aos quartos de final da Liga Europa.

António Salvador, presidente do clube arsenalista, confirmou que a "intenção era que o mister Carvalhal pudesse continuar", mas "ele sempre manifestou a vontade de cumprir este ciclo e resta-nos agradecer". "Foram dois anos fantásticos", salientou o dirigente.

O Sporting de Braga agradeceu o trabalho desenvolvido pelo técnico ao longo dos últimos dois anos e garante que Carlos Carvalhal terá um "lugar cativo na galeria de feitos" do clube.

Carvalhal vinca objetivos cumpridos

Após a oficialização da saída, Carlos Carvalhal lembrou, aos canais do clube, "dois anos de crescimento" e prometeu "estar muitas vezes na bancada a torcer pela equipa, porque o primeiro resultado que quero saber é o do Sporting de Braga".

Em jeito de balanço das duas últimas temporadas, o treinador lembrou os "objetivos altos, exigentes" traçados pelo presidente do clube, António Salvador, aquando da sua chegada, os quais foram cumpridos "na íntegra".

"Vencemos a Taça (de Portugal), fomos a mais duas finais, valorizámos jogadores, apostámos forte na formação e fizemos boas Ligas Europa. Tudo isto foi o que o presidente definiu como objetivo", referiu o técnico, que acrescentou: "Emocionalmente estaria ligado a qualquer clube por aquilo que foi feito. Ter realizado isto no clube do meu coração foi absolutamente inesquecível".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG