Braga

Carlos Carvalhal e o calendário: "Até o meu filho disse que estava a ser chato"

Carlos Carvalhal e o calendário: "Até o meu filho disse que estava a ser chato"

No rescaldo do triunfo diante do Tondela, o treinador do Braga considerou que a equipa arsenalista fez "um grande jogo" e voltou a abordar o calendário apertado.

"Fizemos um grande jogo, um dos melhores jogos da época. Creio que os dois golos fazem o resultado até um pouco mentiroso. Fizemos um grande jogo, desperdiçámos grandes oportunidades, fomos uma equipa muito segura, muito forte a atacar, muito segura a defender, muito pressionante. Tinha dito isso na antevisão do jogo que a equipa ia estar forte, não ia estar cansada, ia ter energia", começou por dizer Carlos Carvalhal.

Sobre o elevado número de jogos do Braga, assunto que o técnico aborda com alguma frequência, o treinador vincou que "disse sempre a mesma coisa" e que "não foi bem entendido".

"Infelizmente, vou ter que dizer isto: eu andei aqui a fazer figura repetitiva, sempre a dizer a mesma coisa e acho que a maior parte das pessoas não entendiam o que eu estava a dizer. Fizemos oito jogos consecutivos, com dois dias de intervalo. Isso não existe... O 'ZeroZero', felizmente, fez uma análise séria e nos últimos 20 anos não houve nenhuma equipa nos campeonatos europeus que fizesse uma sequência destas. E eu andava a dizer isto e cheguei a ser criticado e tive que andar a repetir. Até o meu filho comentou que eu estava a ser chato com isso e eu disse que ninguém me entendia. Felizmente, foi feita a análise. Nos últimos 20 anos, ninguém fez uma sequência daquelas", acrescentou.

O Sporting de Braga subiu, provisoriamente, ao segundo lugar da Liga depois de vencer (4-2) o Tondela na 20.ª jornada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG