Sporting

Carlos Fernandes: "Tenho a certeza de que o Ruben queria estar aqui a dar a cara"

Carlos Fernandes: "Tenho a certeza de que o Ruben queria estar aqui a dar a cara"

Após a primeira derrota no campeonato, em 2021/22, contra o Santa Clara (3-2), o treinador-adjunto do Sporting, Carlos Fernandes, salientou a vontade de Ruben Amorim em estar presente para "dar a cara" pela equipa. O técnico estranhou também a incapacidade leonina de segurar a vantagem.

"Espero que não tenha de acontecer de novo tão cedo [a ausência de Ruben Amorim do banco]. Tenho a certeza de que o Ruben queria estar aqui a dar a cara, quando ganhamos ganhamos todos e quando perdemos perdemos todos", esclareceu Carlos Fernandes.

O membro da equipa técnica de Amorim salientou a falta de eficácia dos leões e ficou desagradado com o facto de o Sporting não ter segurado a vantagem, nas duas vezes em que esteve por cima na partida. "Estávamos preparados para um jogo difícil. Faltou acertar as oportunidades que tivemos. A ganhar 2-1, achámos que podíamos controlar o jogo e a vantagem mas sofremos o empate logo a seguir e a equipa ficou intranquila. Depois, tivemos alguma infelicidade, um corte falhado, e o Santa Clara em velocidade chegou ao 3-2. A crença desta equipa é inabalável, deram tudo até ao fim... Perdemos, é olhar para a frente e pensar já no Leça. Devíamos ter segurado a vantagem, não é normal e os jogadores sabem disso", referiu, após a derrota nos Açores.

João Palhinha também falou após o desaire leonino nos Açores, que interrompe uma série de 14 jogos consecutivos a vencer nas competições internas, salientando que este "não foi o dia" dos leões. "Jogamos sempre para ganhar, não conseguimos, lutámos até ao fim, a equipa batalhou, mas não foi o nosso dia. Agora, temos de levantar a cabeça, não é esta derrota que nos vai tirar o foco. Já sabíamos que, um dia, isto [derrota] teria de acontecer e infelizmente foi hoje", disse o médio defensivo do Sporting.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG