Liga Europa

Carvalhal: "A equipa agarrou-se e tentou estar dentro da eliminatória"

Carvalhal: "A equipa agarrou-se e tentou estar dentro da eliminatória"

Carlos Carvalhal, treinador do S. C. Braga elogiou o trabalho da equipa apesar da derrota, por 2-0, em casa, frente aos ingleses do Arsenal, na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

"Os meus jogadores foram mais uma vez estoicos. Sofremos um golo a frio, num contra-ataque logo no início do jogo, mas agarramo-nos ao jogo muito e empurramos a Roma para o meio campo defensivo, dispusemos de três ou quatro boas oportunidades para concretizar, deveríamos ter sido mais solícitos a concretizar e podíamos ter conseguido um golo naquela altura", começou por analisar o técnico arsenalista.

E continuou: "Na segunda parte a tónica é a mesma até à expulsão. Depois a equipa agarrou-se e tentou estar dentro da eliminatória, cumpria-nos a nós saber defender e tentar fazer um golo. Esboçámos duas ou três situações em que podíamos ter sido mais felizes. Mesmo com 10 a equipa, que tem tido um desgaste tremendo, agarrou-se. Os meus jogadores, mais uma vez, foram brilhantes".

Carlos Carvalhal lamentou apenas a arbitragem. "Foram duas grandes equipas em campo e uma equipa de arbitragem que teve uma prestação sofrível. Este jogo merecia uma arbitragem melhor, esteve uns furos abaixo das equipas", salientou.

"Até ao golo senti o jogo um bocado embrulhado, mas depois senti a minha equipa solta, a procurar os espaços que queríamos aproveitar e acho que estivemos muito bem. Conseguimos chegar à grande área adversária, transitamos muito bem, porque a partir daí não permitimos grandes jogadas de ataque à Roma. Senti que fizemos o que tínhamos de fazer, deveríamos estar mais atentos e não sofrer o golo com uma transição, foi um erro coletivo nosso, mas depois podíamos ter feito golo e os jogadores foram uns bravos, brilhantes. Não tenho palavras para adjetivar os meus jogadores, têm tido um comportamento absolutamente fantástico", realçou o treinador dos minhotos.

E completou: "Foi pena não termos ficado dentro da eliminatória, com 1-0 estaríamos mais, fechamos bem a equipa, tentámos aqui e ali esboçar situações de contra-ataque, pena foi o segundo golo. Ainda temos 90 minutos para disputar e vamos tentar lutar e tentar fazer aquilo que parece impossível".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG