Exclusivo

Caso Marega sem culpados um ano depois

Caso Marega sem culpados um ano depois

Ainda não há condenações definitivas, na justiça civil ou na desportiva, pelos insultos contra Marega.

Há um ano, a 16 de fevereiro de 2020, o maliano Moussa Marega abandonou o relvado do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, após insultos racistas no jogo que o F.C. Porto venceu por 2-1. Embora tenha espoletado uma acesa discussão sobre o racismo no desporto em todo o Mundo, e mesmo com processos em várias instâncias, ainda não há culpados.

O processo principal decorre no Tribunal de Guimarães a cargo uma "task force" que até hoje apenas conseguiu identificar três adeptos, todos da bancada afeta aos "White Angels", a claque do Vitória. Nenhum adepto da bancada nascente inferior, onde tudo começou, foi identificado. A principal dificuldade das autoridades prende-se com a fraca qualidade das imagens do estádio na nascente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG